segunda-feira, outubro 24, 2016

A Fábula

Um dia, trinta anos atrás, um jornalista benfiquista chamado Alfredo Farinha que ao tempo trabalhava no jornal benfiquista "A Bola"entrevistou o então presidente do Benfica Jorge de Brito que a certa altura da entrevista resolveu inventar a fábula de que o clube da Luz tinha seis milhões de adeptos!
Disse seis como podia ter dito cinco ou sete.
Foi o número que lhe veio à cabeça e o jornalista deu-o imediatamente como verdadeiro.
E a fábula pegou sendo repetida ao longo dos anos incontáveis vezes sem qualquer preocupação de rigor mínimo.
Ontem no estádio do Restelo, situado na freguesia lisboeta com o mesmo nome, o clube da casa recebeu a visita de outro clubes lisboeta mas esse sediado na freguesia de Benfica e cujo estádio se situa a cinco ou seis quilómetros de distância.
Dois clubes da mesma cidade embora de bairros diferentes.
O Restelo tem actualmente como lotação oficial cerca de vinte mil lugares pelo que recebendo o clube dos seis milhões era de esperar lotação esgotada e milhares de adeptos do clube visitante à porta do estádio sem bilhete para entrarem.
Mas qual quê.
Inacreditavelmente, para os que acreditam na fábula, apenas estavam 12.236 espectadores(pouco mais de meia casa)  dos quais uma parte era adepta do Belenenses pelo que dos seis milhões terão aparecido seis ou sete mil apenas!
Qualquer coisa como 0,1% do total constante da fábula.
A jogarem na sua cidade a meia dúzia de quilómetros do seu estádio!
Não fossem os adeptos de sofá, não fossem os parolos que são por vitórias e não por clubes , não fossem aqueles que pelo país fora preferem apoiar um clube que alguns veem jogar "ao vivo"uma ou duas vezes por ano e outros nem isso (já para nem falar dos que nunca viram...)em vez de apoiarem os que representam as suas terras e o jogo de ontem teria sido apenas aquilo que devia ser sempre.
Um dérbi entre dois clubes de Lisboa .
Cuja dimensão em termos de adeptos devia ser na proporção directa das suas zonas de implantação associativa e comunitária.
E se isto vale para o Benfica vale igualmente para Sporting e Porto.
Com a diferença de que pelo menos em relação a SCP e FCP ninguém nos maça com a fábula dos seis milhões!
Depois Falamos

14 comentários:

Anónimo disse...

Sr Cirilo, desculpe mas escreveu um texto sem nexo nenhum. O Belem tem uma média de 2500 adeptos por jogo,neste teve 12.500, o que quer dizer que 10.000 seriam do benfica. E não encheu??? Sabe quantas pessoas estavam no estádio do Moreirense no derbi com o Vitória??? 3.810 pessoas, o estádio tem capacidade para 9000, nem metade....



Carlos

luis cirilo disse...

Caro Carlos:
A diferença é que o Vitória e os vitorianos não tem a mania que são seis milhões.
se fizer bem as contas, atendendo à dimensão dos clubes, até concluirá que em proporção até estava mais gente em Moreira de Cónegos que no Restelo.
Quanto a estarem sete,oito ou dez mil benfiquistas no Restelo é irrelevante para a análise.
São muito poucos para tantas pretensões

Anónimo disse...

Não se aborreça com explicações de proporção, estatística ou lógica. A matemática nunca foi o forte dos benfiquistas, excepção feita ao vale e azevedo (esse era perito em subtracção)!

Paulo Ricardo Ribeiro disse...

Como eu costumo dizer, os meus filhos nos seus 3 e 6 anos de vida já viram mais jogos no estádio do que muitos que se dizem benfiquistas, portistas e sportinguistas irão ver na sua vida toda.

Sim disse...

Excelente texto,os adeptos do Lisboa e Benfica deviam o ler para perceber que uma mentira contada muitas vezes torna-se verdade.

Joaquim Silva disse...

Se quiser ser coerente com este seu artigo faça também uma análise ao número de adeptos nos jogos no estádio da Luz. O Benfica pode não ter os 6 milhões de adeptos que em tempos se foi dizendo, mas tem o maior número de sócios e isso é um facto. No caso do jogo do Restelo é natural não encher pois em Lisboa a grande maioria dos adeptos terá cadeira no estádio da Luz logo não irão tão facilmente aos estádios dos adversários. Também não está correcto a lotação do estádio pois se de facto tem capacidade para 19856 lugares a lotação para os jogos da liga é de 15020 lugares o que fez com que a ocupação no jogo em causa fosse de 81,47%!!! Fico a aguardar também se irá fazer uma análise idêntica ao jogo com o clube também de Lisboa em que o seu actual presidente, e não um jornalista, disse que teriam 4 milhões de adeptos. Depois falamos...

luis cirilo disse...

Caro Anónimo:
Vale e Azevedo esse expoente do benfiquismo que os adeptos idolatravam. Se calhar nisso de subtracções nem foi o pior.
Caro Paulo RicardO.
Conhecendo-te a ti e à Susana acho que os dois JP tiveram muita sorte em não nascerem em pleno topo sul do nosso estádio. Brincadeiras à parte é evidente que tens toda a razão.
Caro Sim:
Esta fábula por mais que seja contada nunca será verdade. E se não fossem os literalmente provincianos desconfio que nem o clube do país com mais adeptos seria.
Caro Joaquim Silva:
Começo pelo fim. Foi o então presidente do SLB-Jorge de Brito- que falou nos seis milhões. O jornalista limitou-se a ser caixa de ressonância sem questionar minimamente de onde vinha o mirabolante número. Fretes a que "A Bola" de há muito é useira e vezeira em relação ao clube do bairro de Benfica.
Que o SLB tem o maior número de sócios não discuto nem tão pouco a taxa de ocupação da Luz. Digo apenas que quando joga fora ou tem os provincianos para lhe encherem estádios no Norte (excepto D.Afonso Henriques e Dragão onde são uma minoriazinha) ou então a fábula dos seis milhões cai por terra. Não enchem o Restelo, o António Coimbra da Mora ou o Bonfim. Em Alvalade naturalmente que são uma pequena minoria. Quanto ao Restelo não sei onde foi buscar essa lotação oficial. As publicações que consultei falam de cerca de 20.000 lugares e por isso não houve nenhuma taxa de ocupação de 81%. Já agora informo que a´lotação do estádio do Moreirense é de 6153 lugares pelo que no Moreirense -Vitória a taxa de ocupação foi de 61,9%. Superior,ainda que ligeiramente ao dérbi de Lisboa.

cards disse...

caro Luis Ciriilo,

o jogo foi Domingo à noite, estava chuva, o estádio até estava bem composto.
este foi um texto à Bruno de carvalho, não tinha nada para escrever foi escrever sobre o Benfica.
Mas já que odeia o Benfica, diga-me quantos títulos de campeão nacional tem o seu Vitória?
Quantas participações tem na champions? os vossos vizinhos têm algumas.
tomara vocês terem METADE do palmarés do Vitória de Setúbal.

P.S. Que eu saiba na Constituição da república Portuguesa não está nenhum artigo a dizer que um vimaranense,bragantino, farense, egitaniense, flaviense, escalabitano, vilarealense, bracarense, não possa ser sócio ou simpatizante do Benfica. Por muito que lhe custe isso, mas não entendo se você foi deputado porque não tentou fazer uma alteração para alterar a Constituição?

Sim disse...

Caro CARDS,por muitas voltas que queira dar ao texto não vai conseguir demolir as nossas ideias e os nossos ideais. Existe tremendas diferenças entre um Vitoriano nascido em Guimarães, e um Benfiquista nascido em Fafe. E essa diferença chama-se Cultura futebolística. Vitória sempre.

luis cirilo disse...

Caro cards:
Para já ainda sou eu que escolho os temas sobre os quais escrevo no meu blogue. O seu comentário.comparando com o presidente do Sporting,foi o comentário tipíco do adeptos dos chamados "grandes" para os quais só existem três clubes e o resto é paisagem.
Felizmente em Guimarães e no Vitória essa forma de pensar só dá para rir.
Não odeio o Benfica nem a minha formação pessoal e desportiva me permite estar no desporto com sentimentos tão baixos. Detesto,isso sim, certas formas de benfiquismo que revelam um país cultural e desportivamente atrasado. Detesto pelo país que merecia melhor como é evidente. Porque os benfiquistas de sofá e de café,coitados, já lhes basta bem o serem por vitórias e não por um clube. O que se aplica também a sportinguistas e portistas.
O Vitória tem apenas dois titulos nacionais. A Taça de Portugal ganha numa final com um clube que não preciso de lhe lembrar e uma supertaça ganha ao Porto.
Muito pouco para a nossa dimensão,é verdade, mas pelo caminho ficaram outros titulos que o "sistema" não nos permitiu ganhar. Incluindo dois campeonatos nacionais que podiamos ter ganho mas os árbitros não deixaram. Quem os ganhou? Dispenso-me de dizer porque é óbvio.
Quanto ao resto é treta de quem não tem mais para dizer a não ser verter a azia causada pela razão do meu escrito.
O Braga,já o disse muitas vezes, nesta ultima década foi competente a fazer o seu trabalho e tem tirado os frutos disso.
O Vitória não.
O Vitória Futebol Clube,que admiro,é um clube com honroso historial que bem merecia que na sua terra todos o apoiassem em vez de ter uma franja significativa a apoiar os clubes de Lisboa.
Se assim fosse teria ainda melhor palmarés e não teria menos presenças na 1ª Liga que o "meu" Vitória Sport Clube.
Quando à Constituição é evidentemente assunto demasiado sério para misturar com a parolice do benfiquismo.
Caro Sim:
Eles nunca nos entenderão.
Para eles o que importa são as vitórias e dizerem que o clube deles ganhou mais vezes. Muitos nuncao viram jogar ao vivo e outros veem-no uma ou duas vezes por ano quando vai jogar aos clubes das suas terras. Os clubes que deviam apoiar mas não apoiam porque lá no café, no emprego, nas rodas de amigos gostam de dizer que o clube deles ganha muitas vezes.
sabe Deus como em muitas delas.
Deus e a APAF

Joaquim Silva disse...

Dados oficiais da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (está lá para quem quer ver):

http://ligaportugal.pt/pt/liga/jogo/20162017/liganos/8/1

Só mais um comentário chamar "minoriazinha" a todo um topo norte cheio do Estádio D. Afonso Henriques é chamar a esse mesmo estádio que acho fantástico um estádiozinho...

luis cirilo disse...

Caro Joaquim Silva:
O topo norte superior quando está cheio não é só de bracarenses, fafenses, felgueirenses e afins que vem apoiar o clube de Lisboa. Também lá estão vitorianos como se vê nos golos.
O topo norte inferior sim está cheio de adeptos desse clube mas são só mil e quinhentos. Uma minoriazinha

Joaquim Silva disse...

E também muitos vimaranenses que apoiam o Benfica porque os há e não são poucos e não é vergonha nenhuma. Deve ser um orgulho para os vitorianos a maioria dos vimaranenses serem apoiantes do Vitória mas também não é vergonha nenhuma haver em Guimarães apoiantes de outros clubes.

E em relação à assistência do Belenenses-Benfica os dados oficiais indicam os 81% pelo a lotação para os jogos na liga será na ordem dos 15000 e não os cerca de 20000 que o estádio terá de capacidade, provavelmente por razões de segurança.

luis cirilo disse...

Caro Joaquim Silva:
Em Guimarães há benfiquistas,portistas e sportinguistas é claro.
Mas tão poucos que nem merecem que se perca tempo com a sua irrelevância.
Fazem parte daqueles que contribuem para a falta de cultura desportiva que existe neste país.