quinta-feira, dezembro 17, 2015

"Unhappy One"

Em bom rigor nem foi surpresa.
A época estava a correr tão mal que era fácil de prever que o divórcio entre José Mourinho e o Chelsea seria apenas uma questão de tempo.
Foi agora tal como podia ter sido na semana passada ou na próxima.
Porque o Chelsea, campeão inglês em titulo, está tão longe de todos os objectivos (excepto a...Liga dos Campeões) que era fácil prever que nem a paciência de Abramovich  ia durar muito nem Mourinho estaria disponível para o arrastar de uma situação pantanosa que contrastava com quinze anos de sucesso enquanto treinador principal.
Do meu ponto de vista, pelo que vou lendo e vendo, é difícil deixar de apontar aos jogadores esta época de tremendo insucesso de uma equipa que ainda o ano passado ganhou a Liga e a taça da liga e fez boa carreira na Champions.
E há um trio a que se pode apontar claramente o dedo.
Hazard que o ano passado foi eleito melhor jogador de Inglaterra e este ano eclipsou-se, Diego Costa que perdeu a veia goleadora e reforçou a arruaceira e Fábregas que parece ter-se esquecido do muito que jogava e agora não joga.
E claro John Terry.
Que nunca percebi como Mourinho, no seu regresso ao Chelsea, permitiu que continuasse no clube depois de em 2007 ter sido um dos que ajudou a fazer a "cama" ao treinador português com a ajuda de mais dois ou três insatisfeitos.
Terminou assim a segunda passagem de Mourinho pelo Chelsea do qual continua a ser o treinador com maior sucesso em 110 anos de História.
Mas algo que me diz que tendo sido a segunda não será a última...
Depois Falamos 

5 comentários:

Anónimo disse...

Bom dia
O Senhor segue à risca a relegião do Mourinho, os sucessos são méritos meus, os fracassos são culpa dos outros.
A vida ensina-nos que todos somos falíveis e desgraçados dos que não compreendem isto.
Cumprimentos
J.M.

luis cirilo disse...

Caro J.M.
A única religião que sigo é a católica na qual fui educado.
Não tenho nenhuma simpatia pela idolatria seja em relação a Mourinho seja em relação a qualquer outra personalidade com apelidos começados por "M" ou por qualquer outra letra.
Noto, contudo, que o seu comentário nada tem a ver com o texto do post.
Foi mais um pretexto para atacar o autor do blogue.
Já estou habituado.
São pouco mas afinadinhos. E vem todos do mesmo lado.
Continuem...

Anónimo disse...

Caro Luis Cirilo
Tem razão.Vem todos do mesmo lado... e todos começados por "M"... de merda...claro...
Medríoques...

luis cirilo disse...

Caro Anónimo:
Não posso estar mais de acordo

Paulo Sousa disse...

Ainda nao tinha comentado pois estava a espera do resultado contra o Sunderland..e foi como se previa..apesar do adversario ser humilde e apresentando-se na cauda da tabela todos os jogadores do Chelsea jogaram a bola ganhando da maneira que se viu..com qualidade!
Provas vivas do profissionalismo de alguns que apesar do que fizeram ainda deixam mensagens emocionadas.