quarta-feira, maio 04, 2016

Pôr os Nomes

Recapitulemos, serenamente, os últimos capítulos.
Na passada sexta feira o Vitória deslocou-se ao estádio da Luz, propriedade do Sport Lisboa e Benfica, para defrontar esse clube em jogo da 32ª jornada da Liga Portuguesa de Futebol Profissional.
No decorrer do referido jogo o Vitória foi alvo de uma arbitragem tendenciosa, incompetente e "caseira", de um quarteto de árbitros chefiado por Bruno Paixão, que parecia ter como objectivo ajudar o Benfica a ganhar o jogo de qualquer forma.
Nisso se inseriu a insólita expulsão do treinador do Vitória Sport Clube, Sérgio Conceição, por razões que na partida não se perceberam e  o relatório do semi analfabeto que apitou apenas contribui para adensar o (não) mistério.
Porque se comentar com o adjunto "...não foi falta..." é razão para expulsão então não há jogo que acabe com treinadores no banco!
Uma arbitragem que lesou gravemente os interesses do Vitória a exemplo, aliás, da que na primeira volta fora protagonizada no nosso estádio por Carlos Xistra sendo o beneficiário dos erros desse árbitro exactamente o mesmo.
O Benfica!
Não contentes com o terem surripiado ao Vitória no minímo quatro pontos em dois jogos graças aos erros a seu favor dos árbitros , um dirigente e dois criados(criados mas com responsabilidades!!!) desse clube vieram a público com injurias ,insinuações e ofensas que põe em causa não só a instituição Vitória Sport Clube como o bom nome dos seus técnicos e jogadores.
A saber:
O Vice Presidente José Eduardo Moniz, caído no futebol por falta de outras opções, veio declarar que "estranhava o anti jogo  e a dureza do Vitória" e que "se jogassem sempre assim decerto estariam melhor classificados...".
A insinuação caluniosa é clara e não deixa dúvidas.
Moniz insinuou que os jogadores do Vitória teriam certamente algum incentivo para jogarem de forma diferente do habitual.
O criado director de comunicação chamado João Gabriel (conhecido por Mr. Burns desde a recente chegada ao futebol), um papagaio que diz o que lhe pagam para dizer, insistiu na tecla da dureza e do anti jogo e ainda se permitiu ironizar com o número de expulsões do treinador do Vitória.
Finalmente outro criado, a abjecta criatura chamada Pedro Guerra que é director de conteúdos da Benfica tv, veio a público num programa de lixo televisivo em que é comentador dizer essencialmente três coisas:
Que teriam sido oferecidos ao Vitória Sport Clube 350.000 euros para ganhar ao Benfica.
Que Sérgio Conceição teria comunicado isso aos jogadores ao intervalo do jogo dizendo que era preciso tirar pontos ao Benfica e que para isso valia tudo.
Que Jorge Jesus teria dado a táctica do jogo ao treinador do Vitória.
Mentiras reles, próprias de uma mente doentia, mas mentiras ditas publicamente e que atingem o bom nome do Vitória e dos seus profissionais.
Aqui chegados, e porque quem não deve não teme, esperava-se da SAD do Vitória uma resposta contundente a estes três caluniadores que salvaguardasse o bom nome e a Honra do clube e de quem o serve.
A resposta foi este comunicado de duas linhas:

"O Vitória Sport Clube jamais permitirá ser usado como arma de arremesso de agendas de outros clubes.
Assim, mais informa que,sobre as notícias vindas a público sobre o seu último jogo da Liga NOS, o Vitória Sport Clube irá agir em conformidade".

Para além do triste português em que está escrito este comunicado é rigorosamente...nada!
Nada de nada.
Nem o nome do adversário é referido, nem os caluniadores são identificados, nem os erros do quarteto de arbitragem são denunciados, nem é prestada a solidariedade devida ao treinador injustamente expulso, nem o bom nome e profissionalismo de jogadores e equipa técnica são defendidos.
Nada de nada.
O Vitória Sport Clube é uma digna instituição com quase 94 anos de História que nunca foi capacho nem prestou fretes a ninguém e sempre olhou os adversários com respeito mas sem medo, subserviência ou qualquer forma de vassalagem.
Para qualquer vitoriano é completamente inaceitável aquilo que foi dito sobre técnicos e jogadores atingindo por tabela a imagem e a Honra do clube.
Era expectável que a SAD do Vitória Sport Clube partilhasse, desde o primeiro momento, o estado geral de indignação da família vitoriana e logo no fim do jogo, ou na pior das hipóteses no dia imediato, viesse a público tomar uma posição dura exigindo respeito pela instituição Vitória Sport Clube e repondo a verdade dos factos.
Fizeram-no três dias depois do sucedido e após intensa pressão da opinião pública vitoriana incrédula com mais um silêncio num momento em que o Vitória estava a ser atacado de forma inqualificável por um dirigente e dois criados do Benfica e após mais um "roubo de catedral" (segundo da época)face a esse adversário.
E fizeram-no com o comunicado mais inútil de que me lembro em muitos anos de vitoriano.
Um comunicado que é,repito, nada de nada!
Terão as suas razões, não discuto,para agirem assim.
Não as conheço.
Nem tão pouco o porquê do receio de no comunicado usarem uma vez que fosse o termo "Benfica".
Mas devo dizer tranquilamente que como vitoriano não sinto que tenham defendido o Vitória como ele merece ser defendido.
Uma vez mais!
Depois Falamos.

11 comentários:

Pedro disse...

Caro Cirilo, conhecia o Sr. Júlio Mendes antes de integrar a lista para a presidência do Vitória?

Anónimo disse...

Concordo com tudo que diz, mas se acha que está mal o que se passa e se já tentou um candidatura, porque não se disponibiliza para salvar o Vitória destes dirigentes.

Palavras em facebook e blogs não são mais que isso, palavras...

Anónimo disse...

O senhor Júlio Mendes, desde que meteu na cabeça vir a ser escolhido para presidente da Liga de Clubes, no último escrutínio, nunca mais defendeu o Vitória Sport Club como é seu dever; troca-o pela cadeira do poder, tendo até questionado os adeptos sobre o porquê de tal escolha: "não é um prestígio para todos os vitorianos, caso seja eleito?".

Ora, o calculista - senhor Júlio Mendes - tem adoptado uma postura de paz, género "urbi et orbi", para com todos os presidentes dos nossos clubes de futebol, sempre que o Vitória é a vítima, como tantas vezes tem acontecido de norte a sul do país... e ilhas adjacentes.

Que ele percorra o seu caminho, atinja lá os objectivos pessoais que pretende... vá lá! Só lamento que use o nosso Vitória como rampa de lançamento para tal fim, pois espero tanto que seja um prestígio para nós como foi o presidente da FPF, Fernando Gomes, para o Futebol Club do Porto desde que Pinto da Costa o pôs na Liga.

Manuel Ramos disse...

Não me vou alongar com diversos comentários ao que se passou, e muito há para dizer. Como Vitoriano devo dizer que estou novamente incrédulo pela forma como novamente o nosso nome está a ser estropiado na praça publica com tamanha humilhação.
Este sentimento é comum, e multiplica-se por outros tantos, pelo menos os que conheço e vou falando - uma vergonha!
Acharia de uma extrema imprudência, para não classificar de estupidez, que o comentador em questão venha a publico com este tipo de informações se não estivesse seguro da prova das mesmas. Ainda mais sabendo do potencial de risco jurídico/judicial e problemas pessoais que a mesma acarreta.
A ser verdade, e se o "nosso" balneário na Luz não tem escutas(?), quem passou informação? Fontes internas do VSC, fontes externas?
Jogadores emprestados do SLB não foram, segundo parece esses não foram convocados. E nesse intervalo, quem teve acesso a estar presente no balneário?
Só podemos esperar que a nossa SAD inicie urgentemente um processo interno de averiguação e dê uma resposta á altura nas próximas 48h.
(a questão dos limites da corrupção quando se paga para alguém ganhar, não deixa de ter também interesse mas numa analise posterior..)

luis cirilo disse...

Caro Pedro:
Conhecia.
Não posso dizer que muito bem mas conhecia. Inclusivé já tínhamos jantado uma ou duas vezes e mantido algumas conversas.
Mas não conhecia bem.
Caro Anónimo:
Não são palavras. São opiniões com autor.
De resto o Vitória não precisa de "salvadores" nem eu tenho jeito para isso.
Mas precisa de mudar muita coisa isso sim.
Caro Anónimo:
É difícil não estar de acordo consigo em muito do que diz.
Provavelmente por respeitáveis questões de feito pessoal não tem o "nervo" e a "paixão" necessárias a um presidente do Vitória quando o clube está a ser atacado. E também por isso se cala quando devia falar. Por outro lado estou certo que esta não é a sua "cadeira de sonho" e aí uma vez mais são opções pessoais que temos de respeitar. Sem prejuízo de pensarmos que o ideal é o Vitória ter um presidente que veja no clube o seu lugar de sonho.
Caro Manuel Ramos:
Estou inteiramente de acordo consigo.
Há muita coisa para explicar em tudo isto.
Uma coisa é certa:O Vitória devia ter reagido à altura em dois tempos.
Logo no fim do jogo indo alguém da SAD à sala de imprensa comentar a arbitragem e a expulsão do treinador.
E no dia seguinte promovendo uma conferência de imprensa para repudiar as calúnias e mentiras e anunciar processos judiciais aos caluniadores e mentirosos.
Infelizmente apenas fizeram um comunicado ridiculo.

Pedro disse...

Caro Cirilo, está explicada a sua surpresa com o rumo do Vitória. Se o conhecesse bem, nunca integraria uma lista liderada por ele.
Cumprimentos

Anónimo disse...

Caro Luis Cirilo, o Vitória e seus dirigentes não reclamaram e não utilizaram o nome benfica porque o Vitória deve muitos favores e dinheiro ao benfica. O benfica se quiser pode obrigar o Vitória a pagar muito dinheiro em dívida. Informe-se bem e verá que o nosso Vitória está subjugado ao benfica! Cumprimentos!

De Guimarães disse...

Ridículo estes anormais..."representantes" do pedinte da nação que lançou uma "operação coração" para se vender à piedade dos sócios,e,aos de outros emblemas que os ridicularizaram(que só o são quando tudo corre à grande e quase sempre favorecidos escandalosamente)e dos adeptos só de títulos(roubados a todos)virem estes miseráveis querer acusar-nos de sermos da laia deles.

JRV disse...

O Vitória deve dinheiro ao buraca? De quê? Pintarolas ou smarties? Para asneiras basta o cobardolas do julinho.

luis cirilo disse...

Caro Pedro:
Pois...A verdade é que houve coisas que mudaram do antes para o depois.
Mas vejo que o conhece bem.
Caro Anónimo:
O que o Vitória devia ao Benfica do famoso negócio Targino creio que está pago e mais que pago. Mas obviamente não tenho a certeza. Quanto a favores se deve são segredo de Estado. Porque quem fez favores foi o Vitória ao Benfica ao aceitar,por mais que uma vez, jogadores emprestados que de pouco ou nada nos serviram. E um, Urreta, até se portou bem mal connosco.
Caro De Guimarães:
É como digo. Eles são enormes é em passivo e em lata.
No resto não fora o "sistema" e eram clubes como os outros.
Seguramente com alguns milhões de adeptos de sofá a menos

luis cirilo disse...

Caro JRV:
Era muito mau sinal se o Vitória ainda lhes devesse um cêntimo