segunda-feira, maio 30, 2016

6 Notas

Sobre um jogo do qual tanto já foi dito não haverá muito mais para dizer.
Ainda assim deixo aqui seis notas sobre o que me pareceu de mais relevante nesta final milanesa de uma Liga dos Campeões entre duas equipas de Madrid.
1) Não foi um jogo excepcional mas foi uma partida bem disputada, intensa, cheia de emoção ao longo das duas horas de jogo(e então nos pénaltis...) com dois golos e várias oportunidades para outros. Uma partida digna da final que se disputava.
2) Qualquer uma das equipas podia ter vencido pelo que a vitória do Real aceita-se da mesma forma como se aceitaria o triunfo do Atlético. Pessoalmente gostei mais da exibição colchonera porque acho que foi a equipa que mais procurou o triunfo no jogo jogado enquanto o Real foi mais calculista na forma como geriu o jogo. 
3) Foi uma final mal arbitrada com o erro maior a residir na validação do golo em fora de jogo do Real Madrid. Depois mais alguns erros ora em prejuízo de um ora de outro. Mesmo assim bem melhor trabalho que o produzido por outra equipa de arbitragem na final da Liga Europa entre Sevilha e Liverpool. Em termos de arbitragem a credibilidade da UEFA vai de mal a pior.
4) Ronaldo não fez um grande jogo,longe disso, mas ainda assim foi o mais incisivo dos dianteiros merengues tendo inclusive duas boas oportunidades de marcar. Fica para a História desta edição da Champions não só como o seu melhor marcador mas também como o jogador que marcou o penálti decisivo para a atribuição do troféu. Irá a caminho, assim se espera, da sua quarta bola de ouro.
5) Os centrais do Real Madrid são o elo mais fraco da equipa. Jogadores de uma dureza que raia a violência, sem a classe dos restantes companheiros da equipa e com uma triste propensão para a palhaçada, para provocações  e para as simulações. Nisso das simulações aquele que infelizmente joga por Portugal ainda consegue ser pior que o colega..
6) O Atlético de Madrid é uma obra de "autor". E o autor é um grande treinador chamado Simeone que tira daquele plantel tudo que ele tem e ainda mais se for preciso. 
A forma como lutaram para ganhar, como o treinador os comandou do banco e como os adeptos os apoiaram mereciam bem uma vitória na Champions.
Em suma uma final que ficará na memória como uma das melhores finais dos últimos anos.
Depois Falamos.

P.S Já vi e revi os pénaltis. E continuo sem perceber a atitude passiva de Oblak.

5 comentários:

Anónimo disse...

Caro Luís Cirilo.


Concordo com a sua análise.

No campeonato do mundo do Brasil o Pepe foi expulso por palhaçada... será que neste jogo ele já estava a treinar para o mesmo?

De facto deu para perceber que para o Real perder tinha que ser um jogador a falhar e não o Oblak a defender (i.e., a importunar o marcador do penalti).

Queria que fosse o Atlético a ganhar, simplesmente por ser a terceira tentativa em toda a sua história.

Fico "triste" pelos adeptos do Atlético, pois imagino que esta fase acabe quando sair o Semeone (sem querer desprezar o historial do Atlético como é óbvio).

Esta equipa faz-me lembrar o Valência do início do século... em que ganhou um campeonato e foi duas vezes seguidas à final da liga dos campeões e perdeu as duas.

É futebol!


Fernandes.

Paulo Sousa disse...

A minha analise aos seus pontos.
1-Muito por culpa da atitude do Atletico que mostrou que estava la para discutir o resultado, contudo nao acho que tenha sido um bom jogo de futebol, entao se falarmos da final duma Champions pior se torna.
2-Sinceramente, o objectivo e ganhar e nisso o Real foi mais feliz, mas por outro lado, eu teria "vergonha" de ser do Real e ver a minha equipa fazer um jogo assim.Sim, apenas estamos a falar da equipa de futebol que ainda a poucos dias atras foi considerada a mais valiosa do mundo, e basta olhar para o plantel.Entao se compararmos ao do Atletico, tendo jogadores de qualidade isso e certo, e um verdadeiro "David contra Golias".Depois queixamo-nos da maneira que jogam as equipas pequenas aqui em Portugal.Nao vi nada mais do que o mesmo tipo de jogo.
3-Nao sendo um fora de jogo flagrante acabo por aceitar a validacao, embora se fosse marcado tambem nao ficaria mal.
4-Essa era a unica razao de querer que o Real ganhasse, podera ser meio caminho andado para ganhar mais uma.No entanto, durante o jogo corrido, penso que Bale esteve em mais evidencia, mas sao opinioes.
5-Nao podia estar mais de acordo.
6-Simeone e um senhor do futebol disso nao temos duvidas.Foi enquanto jogador e ao que tudo indica continuara a se-lo como treinador.

Em relacao ao PS, vi uma publicacao numa rede social duma foto do Oblak com a seguinte legenda "No Benfica nao estava habituado a defender penaltis, queriam que fizesse o que?".Achei engracado, nada mais.

luis cirilo disse...

Caro Fernandes:
É realmente futebol.
Mas o Atletico bem merece uma Champions.
E depois de não ganhar estas duas começo a desconfiar que tão cedo não será.
Caro Paulo Sousa:
Pareceu-me que alguns jogadores,essencialmente do Real, chegaram a Milão muito desgastados pela época intensa que tiveram e a sua qualidade de jogo ressentiu-se disso. Ronaldo foi um dos casos mas houve outros como Kroos, Benzema ou até Modric. Valeu-lhes Casemiro que fez um jogo em cheio.
Mesmo com essa atenuante tinham obrigação de jogarem mais um bocadinho.
Quanto ao Simeone é realmente um enorme treinador mas mais do que isso é um líder. E a equipa reflecte bem isso.
A piada ao Oblak é muito boa e traduz uma realidade que todos conhecemos. Mesmo assim, e deixando as piadas de lado, estranhei muito a sua postura nos pénaltis

De Guimarães disse...

Considero que o Real foi mais incisivo,mais dominador e teve mais oportunidades,e mais flagrantes.
A arbitragem favoreceu escandalosamente o Real em 2 lances:
Golo de Sérgio Ramos claramente obtido em fora de jogo !
Uma cavalgada de um jogador do Atlético já em zona perigosa,interrompida por uma bárbara imfracção numa "tesourada" por trás pondo em causa a integridade fisica do jogador,que deveria ter sido sancionada com vermelho directo !
Sabe-se lá se o Oblak apenas bloqueou mentalmente,ou,se premeditadamente uma dessas "empresas" de apostas não lhe terá "encomendado" o bloqueio...

luis cirilo disse...

Caro De Guimarães:
O Real teve oportunidades mais flagrantes mas o Atlético foi mais dominador.
Quanto à arbitragem estou de acordo. Esse lance que refere era claramente para vermelho directo.
O Oblak...que foi estranho foi