quinta-feira, julho 07, 2016

Sugestão de Leitura

Desde a sua publicação que esta autobiografia de Carlos Cruz me despertou curiosidade.
Estimulada, até, por algum folhear de páginas do livro efectuados nas periódicas idas á FNAC.
Só decidi comprá-lo depois de me assegurar que não era um livro sobre o "Processo Casa Pia", em que o autor bem ou mal foi condenado, mas sim uma verdadeira obra sobre a vida de um dos mais mediáticos homens de rádio e televisão que Portugal conhece.
Não que o "Processo Casa Pia" não me interesse.
Interessa.
Mas como cidadão e não como leitor.
Comprei o livro. E em excelente hora o fiz.
Porque é dos livros mais interessantes que li nos últimos anos.
Nele está um percurso de vida extraordinário desde Angola a Portugal, passando por Nova Iorque e,em bom rigor, um pouco por todo o mundo por onde Carlos Cruz viajou como jornalista, empresário, relações públicas ou até como turista.
Misturando com todo o propósito aspectos da sua vida pessoal, profissional, das empresas em que trabalhou e dos cargos que exerceu.
Em todos eles traçando um retrato dos ultimos 60 anos de Portugal.
É uma viagem extraordinária aos bastidores da RTP durante décadas, o relembrar momentos fantásticos de televisão como o "Zip Zip" ou o "1,2,3",passando pelas "Noites Marcianas" e pelo "Carlos Cruz-Quarta feira" ( de que fui fiel espectador) entre muitos outros grandes programas mas também um recordar de grande programas de rádio como o "Pão com Manteiga" ou o "PBX".
E,está claro,pelo livro passam também muitos dos protagonistas políticos dos últimos 50 anos com histórias bem saborosas a respeito de alguns e outras que permitem aferir melhor sobre o "quem é quem" de alguns deles.
Capítulos particularmente interessantes são também aqueles que referem a conquista da realização do Euro 2004 em Portugal (Carlos Cruz foi presidente da comissão executiva da candidatura e teve um papel relevante no resultado da mesma) e tudo que foi necessário fazer para que o nosso país conseguisse a organização da prova.
Em suma 600 páginas que se leem num instante e com imenso prazer.
Gostei imenso!
Depois Falamos

P.S. Uma nota final sobre o "Processo Casa Pia". O livro não é sobre ele mas inevitavelmente aborda-o a propósito de algumas circunstâncias e de alguns personagens. 
Sempre achei que Carlos Cruz era vítima de uma cabala e de um tenebroso processo persecutório.
Naturalmente que o livro não mudou a minha convicção mas apenas a reforçou.
Fazendo-me ,contudo, compreender melhor o porquê.

2 comentários:

De Guimarães disse...

Desde o primeiro momento que afirmo peremptoriamente que este homem foi e continua a ser armadilhado por uma imunda,hedionda,e monstruosa cilada !
E aínda me continuo a revoltar com as bocarradas dos estúpidos,que dizem não se admirar de ele ser o que lhe imputaram,porque nos concursos,que apresentava o achavam,gozador,mau e perverso.
Espero que este Senhor tire o melhor proveito possivel da liberdade condicional,que a prolonguem passando-a a definitiva,e o indeminizem por todos os danos que lhe causaram !
Pena que não pague tudo o que sofreu,e continua a sofrer por dentro.

luis cirilo disse...

Caro De Guimarães:
É também essa, desde sempre, a minha opinião.
E depois de ler o livro reforçei essa convicção porque constatei que ao longo da sua vida ele incomodou forças poderosas da política ao futebol, da maçonaria ao opus dei.
Algures aí estará a explicação para tudo isto.
Curiosamente hoje mesmo foi libertado.
Espero que não esmoreça na luta pela verdade