sábado, novembro 05, 2016

O Nosso 14

No dia em que o termo equipa fez mais sentido que nunca o Vitória conquistou um triunfo merecido pela alma, ambição e empenho que os seus jogadores puseram em campo e pelo acerto com que o treinador soube mexer na equipa.
Individualmente:
Douglas: Uma exibição tranquila sem culpa no golo.
Bruno Gaspar: Uma grande exibição, especialmente a atacar com inúmeras subidas e cruzamentos da linha final, sendo a melhor imagem do inconformismo face à adversidade.
Josué: Não esteve mal excepto no golo em que se deixou ultrapassar pelo adversário.
Pedro Henrique: Jogo sem problemas de maior.
Rúben Ferreira: Melhor a defender do que a atacar. Muito pontapé para a frente.
Rafael Miranda: Abaixo do que lhe é habitual. Passes transviados e perdas de bola que não lhe são normais. 
João Pedro: Foi o mais consistente dos médios vitorianos e por isso surpreendeu a sua substituição salvo se por fadiga ou algum problema físico.
Hurtado: Não foi médio, não foi avançado, teve muito pouca influência no jogo da equipa. Bem substituido e mais uma titularidade difícil de entender.
Marega: Num minuto comprometeu o que fez em nove jogos. Um problema bicudo para resolver.
Soares: No dia do "apagão" de Marega assumiu a responsabilidade goleadora e fê-lo com a qualidade de um bom ponta de lança.
Rafinha: Começou bem com a habitual desenvoltura ofensiva mas a expulsão de Marega obrigou-o a especiais preocupações na hora de defender. Ainda assim uma boa exibição.
Foram suplentes utilizados:
Bernard: Ainda não foi o Bernard de que nos lembrávamos mas indiciou subida de forma e teve participação positiva no assalto final à baliza adversária.
Texeira: Fez a sua estreia e mostrou empenho e esforço. Dificilmente seria jogo para mostrar mais face aos condicionalismos.
Hernâni: Entrou bem e teve uma arrancada daquelas que o caracterizam. Finalizou mal mas foi importante no esforço final.
Não foram utilizados:
João Miguel Silva, João Aurélio, Prince e Tozé

Melhor em campo : Bruno Gaspar

A equipa atravessa claramente um bom momento, está motivada e a consolidar o seu sistema de jogo, tem jogadores em clara subida de forma e vai no terceiro triunfo consecutivo (dois fora de casa) o que lhe permite uma excelente classificação.
Tem os adeptos do seu lado num apoio constante e por tudo isso as condições necessárias a obter o apuramento europeu lutando pelo "seu" quarto lugar.
Espera-se que o "caso Marega" não comprometa o que de bom tem sido feito.
Depois Falamos.

9 comentários:

De Guimarães disse...

Exceptuando o Marega,e,o Ruben,estiveram todos muito bem !
E,se,antes critiquei Douglas pela sua insegurança,e,precipitação nas saídas de baliza,agora digo com todo o prazer,que,não demonstrou nenhuma falha em relação a esse aspecto ! Espero e desejo muito que assim continue !

Anónimo disse...

Caro Luís Cirilo

Concordo inteiramente com a sua análise, uma grande exibição face a todos os condicionalismos, de ressalvar o querer e a união da equipa e um resultado que nos "cola" ainda mais à frente da tabela. Quanto a Marega, vinha sendo muito importante até aqui, mas borrou a pintura neste jogo, se a expulsão já é muito grave (rídiculo como um jogador a atravessar a sua melhor fase tem um comportamento destes), a forma como desrespeitou os companheiros e adeptos não pode passar em claro.
Agora é apontar baterias à Taça de Portugal e tentar obter mais uma vitória fora de portas.
Pena é as próximas deslocações serem a um Domingo à noite (o que torna difícil essencialmente a viagem a Tondela de alguns vitorianos face ao dia de trabalho seguinte), mas a SportTV é que controla os horários a seu belo prazer...

Cumprimentos,
Abreu

luis cirilo disse...

Caro De Guimarães:
Sim o Douglas tem estado muito bem.
Caro Abreu:
É como diz.
A sport-tv põe e dispõe e quer é ter espectadores nos sofás a verem os jogos e não público nos estádios. daí as horas a que marca os jogos do Vitória para dificultar ao máximo as deslocações dos vitorianos.
Mesmo assim não nos travarão

Anónimo disse...

ESTA ÉPOCA VAMOS SER NÓS A APERTAR O BENFICA. É PRÓ TÍTULO !

luis cirilo disse...

Caro Anónimo:
Com mais três/quatro jogadores era bem possível.
Nomes?
Paulo Oliveira, Traoré, Cafu, Dourado.
Gente conhecida.
Ou Ricardo, Soudani, Marco Matias, Defendi.
Também conhecidos

Saganowski disse...

Grande jogo com (mais) uma ponta final épica! Mas com este treinador, esta equipa, e este apoio nas bancadas, tudo é possível!

Todos estiveram ao nível que se lhes pedia e a equipa mostrou-se ainda mais unida depois da expulsão do Marega, tendo mostrado que, apesar de ser mais difícil, não há insubstituíveis!

Só uma nota para a insistência em Ruben Ferreira: ou se dá o lugar a outro que jogue melhor (aqueles pontapés para a frente sem nexo já irritam) ou alguém lhe dê um treino espefífico em lances de profundidade!

luis cirilo disse...

Caro Saganowski:
De facto ainda há alguns detalhes a melhorar

Anónimo disse...

Apuramento europeu para fazerem 2 jogos e envergonharem Portugal como foi contra o Altach?

luis cirilo disse...

Caro Anónimo:
Que pobreza de comentário!
Desde quando resultados do futebol envergonham um país?
Só se for na sua cabeça