terça-feira, setembro 13, 2016

Aborrece-me...

Conheço o Alfredo Magalhães há muitos anos.
É um vimaranense com vida pública  há muitas décadas,  no ensino, na política, no associativismo  e especialmente no Vitória que serve como adepto, e episodicamente como dirigente, há muitos anos.
Mais de quarenta seguramente.
Falo com o à vontade de conhecendo-o há muitos anos, e com ele tendo uma relação cordial e até amiga, não sermos particularmente próximos nem sequer estarmos muitas vezes de acordo nas nossas áreas de intervenção pública.
Especialmente na política mas também no Vitória onde ao longo dos anos estivemos umas vezes de acordo e outras não sem que isso beliscasse minimamente uma relação pessoal descomprometida e sadia.
Ambos tivemos, isso sim, uma grande convergência e responsabilidade na solução directiva pela qual os sócios optaram em 2012 depois da demissão de Emílio Macedo e subsequentes eleições que deram o triunfo à lista de Júlio Mendes em compita com uma lista liderada por Manuel Pinto Brasil.
Eu estive lá uns meses e depois saí,como é mais ou menos público, e o Alfredo Magalhães ainda por lá ficou mais algum tempo, intervalado com uma passagem pela Liga como Provedor do Adepto, mas acabou por também ele sair meses atrás.
A semana passada Alfredo Magalhães escreveu, no seu estilo, um artigo frontal e duro sobre a presidência de Júlio Mendes no Vitória na coluna de opinião(Visão Periférica) que mantinha no jornal Desportivo de Guimarães.
Fê-lo num espaço identificado, com a sua assinatura e foto , assumindo (nem outra coisa se esperava dele) as opiniões que trazia a publico e não se escondendo atrás de perfis falsos no facebook como outros fazem para defenderem o que não tem coragem de defenderem com nome próprio e para atacarem quem não alinha pela ortodoxia oficial.
Fê-lo seguramente na convicção de que prestava um serviço ao Vitória alertando para erros de gestão desportiva que quase toda a gente vê mas quase ninguém ousa criticar.
Esta semana Alfredo Magalhães escreve uma crónica de despedida no mesmo espaço explicando claramente as razões pelas quais não voltará a escrever ali ao mesmo tempo em que manifesta um profundo respeito pela sua integridade intelectual e pelos leitores que o acompanhavam semanalmente.
Isto aborrece-me.
Aborrece-me que numa semana se assumam criticas ao poder desportivo e na semana seguinte se abandone o espaço em que durante meses se veiculou opinião, em que a critica foi mais rara que o elogio e a solidariedade,  como se tivesse sido cometida alguma heresia em apontar alguns aspectos da "nudez" do "rei".
Aborrece-me que em Guimarães ainda existam "fenómenos" como este.
Aborrece-me que se tente passar a ideia, à laia de aviso, que em relação aos poderes, político e desportivo, é melhor fazer como os "três macacos sábios" que não viam, não ouviam, não falavam.
Aborrece-me que franjas da comunidade vimaranense apresentem estes sintomas preocupantes de uma "doença" que se pensava erradicada desde 25 de Abril de 1974 mas que pelos vistos deixou vestígios e seguidores.
Aborrece-me...mas não me desanima.
Nem a mim, nem certamente ao Alfredo Magalhães, nem a muitos(cada vez mais) que não se reveem em práticas, comportamentos, pressões e tentativas de condicionamento do livre pensar e livre opinar que são o sinal mais claro de uma comunidade em que a democracia é um valor essencial.
Aborrece-me que, ainda que episodicamente, as visões "afuniladas" triunfem sobre  "visões periféricas" porque Guimarães e o Vitória precisam cada vez mais de "visões amplas" capazes de darem asas aos sonhos e não de visões pequeninas em que a meta é o próprio umbigo e os pequenos interesses pessoais.       
Aborrece-me...mas a luta continua.
Depois Falamos.

11 comentários:

Anónimo disse...

^você fez precisamente com um comentário meu ;)
tamb~em foi ditador o malandreco ;)
quanto ao vitoria... continuo a dizer que nunca será mais do que é!
gastou-se rios de dinheiro com o euro... o estádio velhinho estava muito bem para o vitoria!
aquele dinheiro fazia era falta para mais escolinhas para as crianças, lares para os velhinhos, criar uns empreguinhos para a juventude que anda por aí sem perspectivas de ser alguma coisa na vida... ajudar a santa casa a retirar as prostitutas e os drogados da desgraça em que se arrastam... mas pronto... se calhar digo isto para nada... vocês vivem de futebol que se há de fazer...
eu ate gosto muito do vitoria é um clubezinho simpático, mas vou mais pelo Benfica.
como ja a minha avózinha aconselhava, quem tem juizinho deve primeiro ser por um grande e só depois pelos mais fraquinhos :)

luis cirilo disse...

Caro Anónimo:
Obrigado pelo seu exemplar contributo na demonstração do que é o benfiquismo!

Vitor Fernandes disse...

Caríssimos,
Creio que há aqui algum de que se estão a esquecer, se o Prof. Alfredo fosse tão imparcial assim com a direcção manteria a escrita no espaço e não "fugia", li quase sempre o que escreveu e sei que ao longo do tempo as cronicas foram como uma linha decrescente caindo dos elogios para as criticas, porque? será que lhe foi oferecido algo que não chegou a ser dado? e agora depois destas ultimas criticas mais pesadas, foi calado por alguém provavelmente da própria direcção, mas se se deixou calar é porque tem o "rabo" preso ou então nova promessa de algo, isto é tudo muito bonito mas no fim o Vitória é que perde.

Anónimo disse...

de nada caro cirilo!
mesmo que adeptos de outros clubes vocês tem também de ter orgulho do Benfica ser o clube da naçã.
o Benfica é portugal, e Portugal é o Benfica!
todos nascem os Benfiquistas, ora não fosse vermelhinho o nosso sangue! :)
e parabéns por ter aceite um pensamento diferente do seu.
como já o vi escrever e bem, temos de saber conviver com diversas opiniões, e desta vez soube-o comprovar, e oxalá assim o senhor continue.
cumprimentos Benfiquistas! :)

King_vsc disse...

A resposta foi precisa e concisa, sr Cirilo!
Dominar por esmagamento, seria a ideia?!
Ratos de sacristia que se escondem por trás do anonimato.
Velhos do Restelo com mentalidade tacanha e provinciana.

luis cirilo disse...

Caro Vitor Fernandes:
Que eu saiba o Alfredo Magalhães não perdeu a sua capacidade de intervenção nem fez nenhum voto de silêncio eterno.
Apenas deixou de escrever o Desportivo de Guimarães.
Caro Anónimo:
Acredito que todos nascem benfiquistas. Por isso todos os bebés desatam a chorar mal vem ao mundo. Felizmente há muitos que mal abrem os olhos mudam para os clubes certos.
Caro King:
Ser vitoriano significa também uma paciência infinita para explicar aos herejes porque razão a nossa Fé é única.

Anónimo disse...

Não me aborrece...
Que sejam livres de expressão, aborrece me sim que não sejam verdadeiros, nem tão pouco sinceros e digo somente ao sr. Luís cirilo pois escreve sobre tudo e todos, mas sempre me ensinaram quem tem telhado de vidro...
Fico perplexo pois a democracia dá- lhe pelo direito de "arrogante, impetuoso " nas respostas que dá, e a boa educação??
Escrevo porque o sr. muito escreve sobre o vitória meu clube, mas será que tem amnésia do pouco tempo que lá esteve??
Não irei fazer mais nenhum tipo de comentário, mas uma coisa é certa caso seja necessário irei aborda-lo pessoalmente.

Francisco Guimarães disse...

"Acredito que todos nascem benfiquistas. Por isso todos os bebés desatam a chorar mal vem ao mundo. Felizmente há muitos que mal abrem os olhos mudam para os clubes certos."
Excelente!

Eu como nasci em Azurém no antigo Hospital, quando abri os olhos lá estava, a escassos metros, a estatua do nosso Rei, orgulhoso ícone do símbolo do nosso clube!

luis cirilo disse...

Caro Anónimo:
de facto o seu comentário é um monumento à insolência.
Insinua, calunia, mente e depois, cobardemente, não assina.
Típico de alguns comentadores que bem sei de onde vem.
Quanto ao "pouco tempo que lá esteve" (no Vitória) juntou a ignorância aos outros defeitos.
Tenho 44 anos de associado, fui dirigente em quatro mandatos, tenho um percurso vitoriano de que me honro muito e que nenhum anónimo consegue por minimamente em causa.
Não cheguei ao Vitória em 2012 nem sou daqueles que do estádio só conhecem a porta do camarote VIP.
Quanto ao não fazer mais comentários...agradeço. Porque este é simplesmente deplorável.
Quanto ao "uma coisa é certa caso seja necessário irei aborda-lo pessoalmente" ...esqueça. Não tenho nenhum aparelho para identificar anónimos nem dou a confiança de dirigir a palavra a gente que faz comentários como o seu.
Caro Francisco Guimarães:
Também eu nasci no antigo hospital.
À sombra do castelo e próximo da estátua do Rei.
Só podia ser vitoriano

De Guimarães disse...

...E depois temos um monumento à anormalidade proporcionado pelo escondidinho das 8:16 ! Essa figurinha é tão extremamente patético que até dá medo de engasgar a rir !
Sobre a côr do sangue...Finalmente,agora percebo porque os jeovás são avessos a transfusões !

luis cirilo disse...

Caro De Guimarães:
Há sempre uns escondidinhos. Provavelmente por terem vergonha de assumirem com o seu nome as tonterias que escrevem