sexta-feira, agosto 07, 2015

Quo Vadis Vitória?

O jogo começou mal ainda antes de começar!
Como vem sendo cada vez mais habitual, numa evidente falta de respeito pelos vitorianos, o número de portas em funcionamento era insuficiente para a afluência de público o que deu origem a que muitos adeptos só entrassem com o jogo a decorrer.
E entrassem,todos, num estádio com os corredores sujos e as cadeiras (que custam dinheiro) cheias de pó noutra evidente falta de respeito pelos adeptos.
Depois dois momentos bons e que se saúdam.
Uma equipa inicial com nove portugueses e um estádio com uma excelente moldura humana provando que na hora da verdade os vitorianos não falham com o seu apoio.
Nunca falharam!
A partir daí...o descalabro.
Uma equipa amorfa, sem rotinas de jogo, usando e abusando dos passes para trás e para o lado face ao adversário mais fraco que alguma vez terá aparecido no nosso estádio em competições europeias.
Fraco mas estudioso e trabalhador.
Que já no primeiro jogo mostrara ter estudado bem a equipa do Vitória e ontem,uma vez mais, conseguiu tirar pleno proveito das nossas fragilidades enquanto equipa para construir uma goleada absolutamente impensável.
Faz por estes dias 20 anos que o Vitória tinha sido derrotado em casa por 4-0 para a Taça Uefa.
Por um Barcelona treinado por Cruyff e no qual jogavam Figo, Guardiola, Bakero, Popescu, Nadal entre outros jogadores de enorme valia.
E se levar quatro do do Barcelona custou, e muito, que dizer de levar quatro de um Altach que fazia apenas o seu segundo jogo nas competições europeias e é ultimo classificado no campeonato do seu país?
Que dizer de um adeus inglório à possibilidade de estar presente na fase de grupos da Liga Europa?
Seria fácil ir pelo caminho de responsabilizar treinador e jogadores pela insucesso.
Que tem as suas responsabilidades é evidente.
Num caso porque os erros foram muitos, desde a estratégia dos dois jogos aos jogadores utilizados e ás substituições neles efectuadas e noutro houve falhas individuais graves que num ou noutro caso nem são nada comuns.
Mas o problema é mais vasto.
Desde uma pré temporada mal delineada em que se prepararam jogos desta responsabilidade através de competitivas partidas com o Pampilhosa , o Académico de Viseu ou o Chaves (que aliás fez o favor de nos "avisar" de que algo não corria bem mas ninguém se deu ao trabalho de tentar entender)até à inaceitável "novela Josué" que privou a equipa daquele que é o seu melhor central em jogos em que o centro da defesa falhou rotundamente.
Passando pelo problema dos problemas.
Armando Evangelista não é treinador do Vitória por concurso público nem por sorteio.
Alguém o escolheu.
Alguém o impôs.
Alguém sujeitou o Vitória a uma opção absolutamente imprudente e que já nos custou,com a eliminação de ontem, uns milhões de euros.
Esse alguém viu,pela primeira vez em 93 anos de História, um treinador ser vaiado e alvo da amostragem de lenços brancos no primeiro jogo em casa da época.
No primeiro jogo não é engano!
Esse alguém viu o treinador deixar os jogadores no meio do campo a escutarem a justa indignação dos adeptos e escapulir-se rapidamente para os balneários na negação absoluta do que deve ser a liderança de um grupo de trabalho.
Esse alguém cometeu um brutal erro de gestão desportiva com esta opção.
Esse "alguém" são os dirigentes da SAD que mandam no futebol como é evidente.
Não é justo "crucificar-se" Armando Evangelista porque se limitou a aceitar um convite que lhe foi feito.
Admito,até,que daqui a alguns anos com mais experiência podia ser opção para treinar o Vitória.
Neste momento, como escrevi muito antes da temporada começar, foi um enorme erro.
Porque o nosso banco precisava de experiência e não de experiências.
Há responsáveis.
Que tem agora o imenso problema de decidirem que fazer.
Manter um treinador já fragilizadissimo por esta eliminação, e sem nenhuma margem de tolerância junto dos adeptos, com a esperança que as coisas se componham ou partirem já para uma alternativa que dê um novo elan a uma equipa que parece mergulhada em contradições internas e sem grande alma.
Talvez o sensato seja aguardar mais algum tempo e esperar que as coisas se componham (iniciar a Liga no Dragão e depois receber o Belenenses também não ajuda nada...) mas não tenho a certeza disso.
Há uma certeza que contudo tenho:
Quem criou o problema vai ter que o resolver.
De uma forma ou de outra.
Porque ao segundo jogo já existem enormes interrogações sobre toda uma época  e isso parece-me inegável.
Depois Falamos

P.S. O facto de ao Belenenses ter saído no play-off o...Altach também não vai ajudar nada a recuperar a moral vitoriana.

15 comentários:

Anónimo disse...

Caro Luis Cirilo,
Ontem foi o que já se prespectivava. Infelizmente as suas previsões, com esta equipa técnica, não será o 4º lugar na liga, mas sim a luta pela permanência....
è triste... Faço 50 km para ver meu Vitória jogar em casa e mais, não sei quantos,para acompanhar fora.
Estou em choque!!
Depois falamos....
Abraço

Pedro Machado

Anónimo disse...

Foi um rude golpe na massa associativa, porque teoricamente o Altach estava por demais ao nosso alcance. Por mais que o seu apuramento seja justíssimo, até o mais alheio dos adeptos concluirá que este Altach é muito fraquinho. Com algumas ressalvas: tem um grande treinador (fantástica a forma como organizou a equipa, lá, mas principalmente cá), são trabalhadores e esforçados - mereceram o aplauso final.
Perdemos um grande objectivo, vamos ver como correm as próximas jornadas, o futebol é fértil em surpresas. Conheço o Armando e sei que não é homem de deitar a toalha ao chão, mas por muito que deseje que ele tenha sucesso, tem uma tarefa muito difícil pela frente, com margem de manobra muitíssimo apertada, porque a responsabilidade é totalmente dele. Más escolhas, mau posicionamento em campo, incapacidade de mexer animicamente com os jogadores.
Não há justificação para a titularidade do Bruno Alves (muito, muito fraco), Dourado (desculpe o termo, mas parece uma vaca) ou Licá.
Obviamente que a direcção tem de dar explicações e assumir responsabilidades. Porque não jogou Josué ??
Explicações que não serão dadas, somos uma SAD... minoritária, já pouco mandamos no Vitória. E esse foi o pior erro em que caíram muitos Vitorianos. Agora aguentemo-nos !

MF disse...

Vamos ser honestos, o Altach em termos estatísticos bate o Barcelona, Real, Bayern, Chelsea e afins.
Quantos clubes podem exibir uma média de 100% de vitórias nos jogos das competições europeias?!
Quantos clubes têm uma média de 4 golos marcados fora de casa?!?!
Infelizmente só vamos poder argumentar desta maneira até ao Belenense jogar com eles :/

Mike_the_Bike disse...

Lamentável!
Se, aquando da divulgação do nome do treinador, dei o benefício da dúvida, quando o ouvi falar pela primeira vez, na conferência de antevisão do jogo de ontem, fiquei com a impressão que não estava ali homem para treinar o nosso Vitória! Ontem, durante o jogo, confirmei o meu receio. Como é que é possível jogarmos tão a medo com uma equipa tão fraquinha? Pior do que as questões táticas e técnicas, foi a falta de entrega, a falta de ambição, e falta de crença! O treinador, na conferência de imprensa pré-jogo, disse que tinha a certeza que íamos ganhar, mas disse-o sem nenhuma convicção, estava cheio de medo!
Jogar para trás, para o lado, a bola sempre a “queimar”, o relvado parecia seco, não havia progressão, não havia entrosamento, jogadores a quererem resolver tudo sozinhos, enfim, mau de mais. O que é pena, pois até acho que temos melhor plantel do que no ano passado.
Estamos no início, temos tempo para evitar males maiores, não vamos esperar estarmos junto ao precipício para andarmos de pantufas a ver se não caímos. Se ele não tem carácter para ver que não consegue dar conta do recado e pede para sair, então quem o colocou lá, que o tire e que resolva isto para evitarmos males maiores.
Pela amostra, prevejo jogos sofríveis, a lembrar outros tempos, em que ninguém fica bem na fotografia. A recente atualização da contagem de sócios demonstrou uma diminuição, e acredito que a continuar desta forma, a afluência aos jogos também vai diminuir, numa espécie de bola de neve, que ainda pode ser travada. Haja coragem.
Inacreditável é também o apelo que se fez à presença de público nas bancada, e depois abrem apenas 2 portas (falo no caso da nascente), onde cheguei ao estádio 20 minutos antes do início e só entrei já com o jogo a decorrer.

Miguel

Pedro disse...

Caro Cirilo,

Parece-me premente a substituição do treinador. É, de facto, a primeira vez que me lembro - talvez tenha sido a primeira vez na história do futebol - que é pedida a demissão de um treinador na pré-época. A falta de qualidade, aliada a uma arrogância inusitada, só pode levar a um desfecho: será despedido, falta saber se na 4º ou 5ª jornada. Por mim, hoje deixava de ser treinador do Vitória.
Cumprimentos,
Pedro

ana sofia Vieira disse...

Boa tarde!

O que infelizmente previ está a acontecer, agora para além de continuarmos a contar com jogadores que não têm qualidade para jogar no Vitória, contamos com um treinador que não tem qualidade para nos dirigir, o único posto que tinhamos mais qualidade que quase todos os outros clubes da liga, sem ele tudo é mais difícil!
Desde há muito que os nossos adpetos pensaram que era só lançar o "Chico" ou o "zé" e tudo ia bem, não joga o André joga o Bruno Alves não joga o Hernani joga o Ricardo ou não joga o Douglas joga o Assis.
Que impreparação, que incompetência!
Ontem fomos Humilhados, vivo em Braga e sei do que falo...
Estou a temer o pior esta época e conhecendo os nossos adeptos, se não conseguirmos o Pedro Martins ainda este ano, isto porque o Fonseca já foi, prevejo um ano dramático, mesmo com uma equipa que nos últimos 4 anos é a única que tem continuidade e teve mesmo reforços muito bons, como foi o caso do Licá e do Tozé!
Só nos resta esperar!

Anónimo disse...

Boa tarde

Falta de experiência????

O que dizer do adversário de ontem, qual a sua experiência???????
Incompetente? talvez a época o vai dizer!

Porque não falar do golo mal anulado e das constantes fifias do arbitro?
A defesa esteve mal não à duvida ( do Douglas nem falo ) mas culpar o treinador por tudo, faltando esclarecer, como muito bem referido a novela Josué é simplificar um problema.

Dá sempre a sensação que nas nossas escritas ( ficam registos)queremos que as coisas corram mal para podermos justificar as nossas ideias.


Cumprimentos

luis cirilo disse...

Caro Pedro Machado:
Foi mau demais para ser verdade. E os adeptos não mereciam este monumental hara quiri. Agora há que levantar a cabeça e ser mais exigente. Muito mais.
Caro Anónimo:
Não me parece que responsabilizar este ou aquele jogador seja o mais adequado. O erro vem de cima (Josué é um caso mas há mais) e alguém tem de assumir a responsabilidade sem afirmação redondas ou frases com vários sentidos. Até porque o calendário da Liga tem um inicio complicado.
Caro MF:
Excelente sentido de humor.
É claro que a eliminação do Altach pelo Belenenses vai complicar ainda mais as coisas para os responsáveis do descalabro de ontem.
Caro Miguel:
Subscrevo o seu comentário. E o mais preocupante, de facto, pode ser o efeito desmobilizador nos adeptos desta vergonha de ontem. Quanto ás entradas é outra vergonha que se vem repetindo. Ontem foram muitos os que entraram com o jogo a decorrer pr causa da questão da escassez de portas abertas. Quem manda na organização de jogos conhece muito mal o Vitória.
Caro Pedro:
Lembro-me do Porto ter despedido um treinador na pré temporada (Del Neri)e de o Benfica ter despedido outro(Fernando Santos?) na primeira jornada. No Vitória nunca tinha era visto semelhante contestação logo no primeiro jogo.
Cara Ana Sofia:
Há realmente quem pense que se pode vender indiscriminadamente porque depois na equipa B há sempre soluções. A verdade é que não há. E prova disso é que ainda não apareceu ninguém a subir da B com a categoria de Paulo Oliveira ou Ricardo. Mas acho que este ano, e face ao plantel que temos, o problema não está nos jogadores mas sim no treinador e em quem o escolheu. É aí que estão os responsáveis da eliminação europeia e dos receios com que (quase) todos estamos a olhar para os próximos jogos. Sinceramente estou muito preocupado. Até porque dar o braço a torcer não é especialidade de quem manda.
Caro Anónimo:
Nisso estou à vontade. Escrevo o que penso, em liberdade, e assumo o gostoso risco de o futuro me dar ou não razão. Sendo certo que prefiro não ter razão quando olho as coisas com pessimismo é evidente que nunca desejei que as coisas corressem mal só pelo gosto de ter razão.
Gosto demasiado do Vitória para isso

Anónimo disse...

Caro Luís Cirilo,

É urgente a mudança de treinador. Falhar o primeiro objetivo da época perante um adversário fraco (embora extremamente organizado e com ideias definidas, algo que falta ao Vitória neste momento), que traz consequências não só desportivas como financeiras para o clube, é algo que parecia impensável. Mas aconteceu. E aconteceu porque vimos um Vitória completamente desorganizado, sem ideias de jogo, que denota dificuldades em aspetos básicos do jogo e que neste momento deviam estar melhor trabalhados (organização defensiva ou as bolas paradas, é impensável sofrer golos como os de ontem). A juntar a isto todo um leque de opções falhadas. E a atitude do sr.Evangelista no final do jogo deixou a desejar. No entanto, a culpa é extensiva à direção, quer através de erros como ao "caso" Josué (se é nosso jogador e sendo o melhor central disponível tem forçosamente de jogar, se os pretendentes não queriam tal situação, que pagassem o respetivo valor e não andar em negociatas que só afastaram o jogador desta eliminatória) ou na própria planificação como o caro Luís Cirilo disse (amigáveis com Pampilhosas e afins, indefinição sobre o futuro de alguns jogadores, lacunas no plantel - se bem que talvez tenhamos mais soluções do que em anos anteriores nalgumas posições, embora noutras estejamos mal servidos).

luis cirilo disse...

Caro Anónimo:
Estou naturalmente de acordo com o comentário.
Que traduz fielmente a realidade que observamos nestes dois jogos com uma potência do futebol mundial chamada Altach.
Devo contudo insistir num ponto que é o de reiterar que Evangelista não está no cargo por sorteio ou concurso público.Foi escolhido pelos responsáveis da SAD contra toda a lógica e sensatez. Que ele não acabará a época no cargo parece-me tão evidente como o a certeza de que quem o escolheu não dá nenhuma garantia de escolher melhor o inevitável substituto.
Sempre disse a algumas pessoas amigas que a hora da verdade quanto à sabedoria desportiva de alguns seria no dia em que Rui Vitória saísse e tivessem de escolher o substituto.
Também nisso não me enganei.

Anónimo disse...

Não sei quem é o AE. Não o conheço.
Sei que foi nomeado treinador do meu clube, para
trabalhar com a "mercadoria" que lhe deram.
Agora sei que se fosse brasileiro, os discursos seriam
bem diferentes.
Sem querer tirar responsabilidades ao técnico, os "santos
da casa" foram quase sempre enchuvalhados.
Vejam o caso de MM, que sempre deixou marca no seu Vitória.
Mais do mesmo
Vitória 4Ever!!!

Anónimo disse...

Mesmo que Armando Evangelista tenha apenas aceite o 'convite', para treinar o Vitória, devia demitir-se. O que vimos ontem é um desastre gigantesco. Vamos continuar a ser humilhados, e já nas próximas jornadas, pelo Porto que no vai dar 5 ou 6, e pelo Belenenses que primeiro nos vai mostrar como se joga a bola no nosso próprio estádio e depois nos vai mostrar como se trabalha para ganhar ao Altach. Os jogadores do Vitória tremem todos quando são pressionados; não têm preparação física nem mental para a competição...
E mais que uma derrota custa-me é ver o clube humilhado. Isso nunca deveria acontecer ao Vitória... E os maiores responsáveis pelas sucessivas vergonhas por que passamos são os elementos da direção. Deveriam assumir a responsabilidade. Estiveram a semana toda a prometer a vitória mas depois da derrota ninguém diz nada!?

Anónimo disse...

Bia noite Luis.
Lamentavelmente os meus prognósticos mais optimistas saíram completamente ao lado...
Mas nem posso dizer que o que ocorreu me tenha surpreendido.
Eu já tinha vislumbrado algo de mau na 1ª mão, e infelizmente confirmou e ultrapassou o pior cenário que se poderia imaginar.
Antes que isto comece a descambar, e acabe pessimamente como num passado ainda não muito longínquo, as forças vivas do Vitorianismo vão ter de entrar em acção e iniciar o processo de uma "vassourada" geral desde a cúpula até à base!
Este presidente empregado do pinto da costa, e que seria usado na presidência da liga, como escudo protector dos interesses obscuros daquele clube, alguns oportunistas que ocupam lugares directivos, o treinador, e alguns jogadores que há muito se deviam ter retirado, e outros que vieram aqui parar como excedentários de outros lados estão aqui a mais!
Nós não somos o contentor do lixo destes farrapos humanos!
Há outros locais mais indicados como braga, coimbra, belém, arouca, bessa, setubal para receberam quem existe pra medrar.

Anónimo disse...

O das 12:08 também era meu.

Chicote

luis cirilo disse...

Caro Anónimo:
Isto não tem nada a ver com "santos da casa" embora isso seja parcialmente verdade nalguns casos. Especialmente de jogadores.
O que está em causa é uma eliminação face a um Altach,ultimo classificado do seu campeonato,que se estreava na Europa e em dois jogos nos marcou SEIS golos.
Mais duas exibições fraquíssimas e um plantel que tem valor para muito mais.
Caro Anónimo:
Parece-me evidente que o principal problema não está num treinador que alguém escolheu.
Está no modelo de gestão que recorre a vendas de jogadores para resolver problemas financeiros sem cuidar de procurar outras alternativas, num projecto desportivo que foi abandonado para dar lugar à proliferação de empresários à porta do complexo desportivo e a um número em crescendo de nacionalidades nas equipas A e B, na evidente incapacidade de alguns perceberem o que é o Vitória bem expressa na forma (é um exemplo caricato mas bem real) como centenas de adeptos entraram no estádio com o jogo a decorrer porque quem manda na organização não percebeu que eram precisas mais portas abertas. E não foi a primeira vez. Quanto ao resto há que dizer que o Vitória continua a ser dos sócios mas a SAD não. Essa pertence maioritariamente a um empresário tri clubista que ás vezes se pavoneia por aí.