quinta-feira, junho 02, 2016

José Cid

Somos definitivamente um país pequeno, com muita inveja e mesquinhez espalhada, em que à falta de disposição ou capacidade para se discutir o verdadeiramente essencial se dá uma importância desmesurada aquilo que realmente não a tem.
O ultimo exemplo passou-se com José Cid.
Que numa entrevista concedida a um canal de televisão, há SEIS ANOS atrás e a que na altura ninguém deu importância, fez um conjunto de declarações infelizes e condenáveis sobre os transmontanos dizendo coisas que seguramente não pensa nem nunca pensou.
Todos tem momentos infelizes e Cid não é excepção.
Por artes "facebookianas", depois da retransmissão da entrevista no canal Q, essas declarações foram amplamente divulgadas e causaram uma quase polémica nacional em que tudo que se acha politicamente correcto (sendo ou não transmontano) decidiu zurzir em Cid usando argumentos e conceitos bem piores nalguns casos dos que ele usara sobre os transmontanos.
Uma lástima.
E nem o sentido pedido de desculpas de José Cid valeu de alguma coisa para esses "inquisidores"da net e não só que não perdem uma oportunidade de "corajosamente" baterem em quem está num momento infeliz.
Por mim, reiterando que essas declarações foram muito infelizes e nunca deviam ter sido feitas, continuo a ter uma enorme admiração por esse grande músico que José Cid é e que há mais de cinquenta anos faz da melhor música que este país tem conhecido.
Tenho discos e cd´s dele, já o ouvi muitas vezes em espectáculos ao vivo de Coimbra a Guimarães,passando por Cabeceiras de Basto pela Meo Arena em Lisboa e por Vilar de Mouros entre outros lugares e assim continuarei a fazer sempre que me seja possível.
E a preocupar-me com coisas muito mais importantes que uma opinião infeliz de Cid sobre os transmontanos que foi proferida há seis anos atrás e que só saiu do arquivo onde(e adequadamente) se encontrava porque em Portugal se vive num "clima" de reality show" em quanto mais lixo for atirado para o ar melhor para as audiências constituídas por fãs do "voyeurismo" sem limites.
Depois Falamos.

P.S. A minha admiração por José Cid tem também uma componente vitoriana. Nunca me esquecerei de algumas conversas que tive com ele no Verão de 2012 enquanto vice presidente do clube, por sua iniciativa, em que ele tendo tomado conhecimento da dramática situação em que se encontravam as modalidades do Vitória (penso que através do Zé Perdigão) se propôs fazer um concerto no pavilhão do clube sem cobrar cachet e cuja receita reverteria para as modalidades. 
Um gesto nobre que ele me explicou dever-se à simpatia por Guimarães (onde era sempre muito bem recebido) e pelo Vitória que considerava um clube diferente de todos os outros.

19 comentários:

Anónimo disse...

Caro Luís Cirilo.


O Cid disse o que disse e já nem vai atuar lá nos próximos dias. Tudo bem. Até aceito.

São pessoas muito honradas e muito partidárias das suas terras e dos seus costumes.

Contudo, em Agosto, lá voltam a esquecer esses hábitos e costumes e... toca a apoiar os 3 do costume!

Já não vai haver patriotismo e gosto pelas suas terras.

A mente dos portugueses é muito pequena.

Fernandes.

Saganowski disse...

Mais uma polémica inútil e estúpida!
Tanto politico e outras pessoas com responsabilidades bem maiores neste pais cometem "gaffes" (Guterres e os 6% do PIB, Cavaco e o Bolo Rei, Manuel Pinho e os "cornos" apontados a um deputado, etc...) e ninguém se importa realmente! E agora, só porque num canal humoristico, num programa de humor um artista faz um comentário menos convencional e todos ficam irritados...
Que mentalidades pequenas tem o nosso país...

Para mim, José Cid será sempre um dos maiores e melhores cantores portugueses!

luis cirilo disse...

Caro fernandes:
Ora aí está uma forma correcta de ver as coisas.
O bairrismo só serve para algumas coisas.
Caro Saganowski:
Estou de acordo contigo.
Não é este pequeno assunto que lhe vai retirar o estatuto de grande músico

De Guimarães disse...

Esse arrependeu-se logo lhe começaram a cancelar a mama,e agora,que esse passado se revisitou a baixaria desse ser.
Se o País tivesse aplaudido os impropérios que ele propositadamente dirigiu a uma parte dele,ele nunca se desculparia por nada.Mesmo que realmente estivesse arrependido...Como alguém numa rede social escreveu,e eu subscrevo,Hitler matou 6 milhões de judeus,e as desculpas dos Alemães não ressuscitou os assassinados !
Realmente a estupidez e a pequenez de lixoboa,não tem limites e esse cid qualquer que nunca foi grande interprete,e,agora nem voz tem...Velho arrastão de palcos pequenos,.representa Lixoboa no seu pior - Que é quase tudo !
E ele dizer-lhe que admirava o Nosso Clube numa altura em que você era deputado foi só por lhe convir mais.O S.R pode iludir-se mas eu não !
E eu também dispenso bem a caridade desse artelho em oferecer concertos pelo Vitória !
Nós não somos os pedinchões vermelhos do clubezeco dos regimes que existiram até hoje !
O Vitória tem na Nossa Cidade,e na Região Norte apaixonados em mais que número suficiente para nunca o deixar caír !
Os Nossos Adeptos são Lindos,e fieis,e fazem o que quer que seja pelo Vitória que adoraremos sempre e incondicionalmente!:D

Anónimo disse...

Realmente a net faz exponenciar as coisas de uma forma fantástica!
Li sobre este assunto, uma exlicação da pessoa que melhor conhece o José Cid e que é autor da sua biografia em que repõe a verdade sobre o assunto.
O contexto é o seguinte; Nesse dito programa o JC que é por natureza provocador(não no mau sentido)falava de música pimba e do seu sucesso e o quanto ele que se acha um verdadeiro musico a detestava.Ora todos sabemos que o Tony Carreira é natural de Trás -os-Montes e aí é que entra o tal muro de Berlim, pois o Cid não pode com ele e foi maneira de mandar a sua alfinetada.Ninguem pense que o JC menospreza as gentes de Trás-os-Montes,são dores de cotovelo entre artistas.
Claro que nunca devia dizer o que disse,mas as coisas fora do contexto perdem toda a legitimidade.
Cumpts.
J.M.

Anónimo disse...

Não é só Portugal. O Facebook é a sarjeta do mundo. Qualquer borrado se sente no direito de desenterrar uma treta qualquer com 6 anos e despertar um ódio por alguém que, pior ou melhor cantor (eu até nem gosto assim tanto) até é uma figura simpática e baseado nesta aberração não merece, aliás ninguém merece.
Esse borrado é agora um herói, tem muitos likes, todos os outros borrados que fizeram os likes e ampliaram a estupidez são "transmontanos com muito orgulho". Mas vai-se a ver todos fugiram de lá e moram em Lisboa, Porto, Braga. Sabe Deus o argumento que eles não terão dado para abandonar a sua terra. Muitos deles os mesmos argumentos do José Cid, aposto.
O Facebook é um nojo e só lá anda quem se alimenta e alimenta destas nojices e quem precisa de likes para alimentar o ego. Pobreza de espírito total. Até ao dia em que lhes cai o facebook em cima (e cai de muitas formas, pelo que se vai ouvindo...).
De resto é quase como na estrada: em cada condutor há um herói que por estar atrás de um volante barafusta, ofende, trata mal, apita, agride e até mata. No facebook é igual, todos lindos, todos heróis, toda a gente é íntegra, toda a gente dá opinião sobre tudo e "se fosse comigo...", muitos amigos, muitos likes... ninguém se vê ao espelho

De Guimarães disse...

Também não sou fã do Carreira,mas tenho de admitir que ele cilindra em tudo esse cid.
E vir mandar bocas rafeiras a toda uma região por ter inveja do outro que tem muito mais sucesso,lucra muito mais e tem mais admiradores/as,piora ainda mais a existência dele !

De Guimarães disse...

São muito menos borrados do que os herois nojentos,que escondidos na valeta imunda do anonimato atacam quem tem o direito de criticar,e de se defender.

Paulo Sousa disse...

talvez das melhores respostas que li por aqui ultimamente.

luis cirilo disse...

Caro De Guimarães:
Não estou nada de acordo com o seu comentário.
Nem quanto à qualidade musical de Cid nem sequer na associação que faz dele a Lisboa quando ele não é de lá nem lá vive. Reside na zona da Mealhada de há muitos anos a esta parte.
De resto as conversas que tivemos em 2012 foram num tempo em que eu já não era deputado há sete anos e não sei onde foi buscar essa ideia.
Por outro lado não vejo nenhum problema em que o Vitória tenha simpatizantes noutras zonas do país. Só nos dá dimensão.
Caro J.M:
Dessa rivalidade com Tony Carreira não sei nem nunca ouvi falar. Pessoalmente gosto muito mais da música de Cid do que da de Carreira mas gostos não se discutem.
A verdade é que foi uma afirmação infeliz, da qual pediu desculpa, que nada justifica que se fosse agora desenterrar.
Caro Anónimo:
Não posso deixar de concordar. cabe a cada um de nós, de forma pedagógica,não se deixar atolar nalgumas nojices das redes sociais. Também por isso escrevi este texto.
Caro DE Guimarães:
MAis uma vez discordo por completo. Como músico e compositor Cid dá 10-0 a Carreira. Que muitas das musicas que canta nem são compostas por ele.
Caro Paulo Sousa:
Talvez

Mike_the_Bike disse...

Caro Luís Cirilo,

desta vez, não consigo estar completamente de acordo consigo.
Uma idiotice, lá por ter sido dita há seis anos, não deixa de ser uma idiotice, e se eu só a ouvi agora, claro que só posso ficar incomodado agora. Incomoda-me em especial porque tenho costelas transmontanas, assim como me incomodaria se ele, ou alguém, fizesse esses comentários em relação aos Vimaranenses.
Acho que também não é preciso exagerar na recriminação ao José Cid, e isto daqui a dias já está esquecido, porque estas situações nas redes sociais tem a particularidade de se serem, quase sempre, efémeras, portanto daqui a dias ninguém se lembra, e até os transmontanos vão voltar a cantar as canções do Cid.
Em relação ao comentário do Sr. Fernandes, deixe-me que lhe diga, com conhecimento de causa, que em terra onde a desertificação é muito grande, e onde o dinheiro não abunda e escasseia para muita gente, é normal e compreensível que apoiem alguns dos ditos 3 grandes, que são aqueles que lhes entram todos os dias em casa, quer pela TV, Rádio, Jornais, Internet… Felizmente este ano o Chaves regressa à primeira liga, e tenho a certeza que representa não só o clube, como a cidade e a região.
Um abraço
Miguel

Anónimo disse...

Entre o meu anonimato e a sua identificação "de Guimarães" vai cá uma diferença...
Será o Domingos Bragança ou o arrumador de carros no Largo João Franco ?
Fala-se em borrados...

De Guimarães disse...

Pois...Mas no tempo que esteve na zona mais feudal do país adoptou a arrogância,e o snobismo desses figurinhas.
Continuo a não acreditar no "arrependimento" dele.
Fica bem na fotografia dizer-se admirador do Vitória e logo por muita coincidência expresso a um influente Vimaranense,mas eu também não compro essa.
Eu também gosto que o Vitória tenha cada vez mais apaniguados,mas dispenso esmolas.O Nosso Clube com maior ou menor dificuldade ultrapassará sempre as adversidades que lhe surjam,bastando para isso o imenso apoio a todos os niveis dos muitos adeptos apaixonados que tem !
Repito que não sou fã do Carreira,mas a projecção que ele tem fala por ele,e a do cid é zero absoluto comparado com a dele.Até os filhos o superam,e prova disso também foram atacados há algum tempo atrás com mais umas rafeirices do mesmo,que também já tinha provocado a Mariza,e o Rui Veloso !
A dor de coto é muito chata e os ressabiados,descarregam-na sempre em qualquer um que tenha mais visibilidade do que eles.
Esta é a minha opinião,e você terá a sua.mais ou menos discordante.

De Guimarães disse...

Anónimo se a minha identidade lhe suscita tanta inquietação sugiro que se dirija à esquadra mais próxima e lhes pergunte se tenho lá ficha...
Mas de preferência seja mais elegante do que demonstra ser tão corajosamente no anonimato,senão ainda lhe fazem a ficha a si...

luis cirilo disse...

Caro Miguel:
O regresso do Chaves é naturalmente de saudar.
Esperemos é que os transmontanos,especialmente daquela zona, se unam em volta do clube e se deixem da parolice apoiarem os que veem na televisão.
Quanto ao resto parece-me que na realidade é assunto que se esgotará por si.
Caro De Guimarães:
O meu amigo fica na sua e eu fica na minha.
Recordando que foi o José Cid que se ofereceu para fazer o espectáculo e não foi seguramente por ter falta deles.
Quanto ao resto, Cid versus Carreira, cada um fica com os seus gostos.
Por mim continuarei a ir aos do José Cid que considero um dos melhores músicos portugueses dos ultimos 50 anos.

Anónimo disse...

De Guimarães, o meu anonimato é que lhe causou comichão (posso bem imaginar onde).
De resto, veja lá se muda de nome, não envergonhe os Vimaranenses a sério. Vem aqui um forasteiro ler isto ainda pensa que somos todos mentecaptos como você.

De Guimarães disse...

Surpreende-me que permitam a um marginal como este anónimo qualquer vir aqui descarregar anormalidades.
É por causa destes infra-humanos que a Nossa Cidade e o Nosso Clube são visados pelo sector da imprensa e do audio-visual que se aproveita destas situações para nos perseguir e tentar destruir.
Finalizo acrescentando que dispenso esta espécie de assédio vindo deste escarro humano.
Eu não alimnento paixões bi-laterais,nem sou o psiquiatra de que ele necessita urgentemente.

Anónimo disse...

lamentavel o recrudescimento desta polémica 6 anos depois...
José cid fde quando em vez gosta de umas picardias, mas acho que era escusado ter-se feito disto um caso nacional!
igualmente lamentavel este comportamento desrespeitoso, quezilento, e estas birras do anonimo!

Anónimo disse...

O Cid é um galhofeiro ele não fez por mal