sexta-feira, Abril 06, 2012

Reflexões Europeias

Os dois jogos europeus de equipas nacionais permitem retirar algumas conclusões interessantes para o futuro.
Comecemos pelo jogo da Liga dos Campeões.
O Chelsea tem muito maior poder financeiro, melhor plantel, melhor equipa.
Isso é indiscutivel.
Mas nos dois jogos não se deu por isso.
Ao ponto de se dizer que o Benfica ficou a dever a si próprio e ao infortúnio das lesões (ter os quatro centrais lesionados ao mesmo tempo é muito azar) o apuramento para as meias finais.
Mais eficácia na concretização e menos discussões com os árbitros e podiam perfeitamente ter sido apurados.
Fizeram o suficiente para isso.
Agora não podem é criticar na Europa o "negócio" que fomentam em Portugal.
Porque nas competições europeias (pese embora o SLB ter razão para protestar no jogo da Luz)os critérios técnicos e disciplinares não são os dos árbitros portugueses.
E os jogadores das nossas equipas estão mal habituados.
A grande conclusão a retirar destes dois jogos é que o dinheiro sendo fundamental não é tudo.
E com 10 contra 11 em casa do adversário o Benfica demonstrou bem isso.
Na Liga Europa (que qualquer dia se chama Liga Ibérica!!!) outra lição de como o dinheiro não comanda a vida no futebol.
Os oito últimos semifinalistas são todos ibéricos!
O ano passado Porto, Braga,Benfica e Villareal.
Este ano Sporting, Atlético de Bilbau, Valência e Atlético de Madrid.
Quatro portugueses e quatro espanhóis.
Nas ultimas dez edições,contando já com a actual, em sete o vencedor foi ibérico.
Dois títulos do Porto, dois do Sevilha,um do Valência e um do Atlético de Madrid.
A que se juntará o "ibérico" deste ano.
Sendo que o ramalhete da década é completado pelos russos do CSKA de Moscovo e Zenit de S.Petersburgo e pelos ucranianos do Shaktar Donetsk.
O senhor Platini deve andar desesperado.
Porque os seus queridos paises ricos (Inglaterra, Alemanha, França, Itália) nem "cheiram" um troféuzinho nesta competição.
Lá está.
O dinheiro é importante mas não garante títulos.
E essa é a grande esperança para clubes como o Vitória.
Que com organização, profissionalismo e boas escolhas poderão superar o fosso financeiro que os separa dos clubes mais fortes.
Depois Falamos

10 comentários:

Anónimo disse...

"O dinheiro é importante mas não garante títulos.
E essa é a grande esperança para clubes como o Vitória.
Que com organização, profissionalismo e boas escolhas poderão superar o fosso financeiro que os separa dos clubes mais fortes."
que bom ler estas palavras, então nao seja adepto de SAD e investidores, vamos jogar dentro das nossas possibilidades que com trabalho e dedicaçao atingiremos os nossos objectivos, sem nos vendermos ao capitalismo que tanto estragou o futebol

Anónimo disse...

Correctissimo!!! Assim como SAD ou SDUQ o importante é gente competente...

BDe

Anónimo disse...

Os maiores escândalos dos ultimos anos envolveram sempre o Barcelona, logo a teoria de defesa de clubes ricos dos outros paises (Inglaterra. Italia, Alemanha e França) cai por terra..

luis cirilo disse...

Caro Anónimo:
Há um "pormenorzinho" de que se está a esquecer.
Um passivo de 24 milhões de euros.
Que faz toda a diferença.
Caro Anónimo:
Ninguém põe isso em duvida.
Caro Anónimo:
Primeiro não sei de que escândalos fala.
Segundo o Barcelona e o Real Madrid nada tem a ver com a realidade ibérica. São,com o Manchesyer United,os clubes mais poderosos do mundo.

miguel silva disse...

Pois tem toda a razão, aqui está a notícia que prova que Platini está na UEFA para ajudar os barões do futebol. Agora que clubes de média dimensão de Espanha, Portugal, Rússia, e outros países periféricos do futebol europeu conseguem ganhar títulos através da Liga Europa, Platini quer acabar com a competição:
http://www.dn.pt/desporto/interior.aspx?content_id=2407459
A UEFA e a FIFA com Platini e Blatter são organizações ao serviço do poder do dinheiro e não ao serviço do desporto e da competitividade.

luis silva disse...

Pensei que o Sr Luis Cirilo ia esvrever sobre os actos de violencia contra a equipa junior do SCBraga mas afinal anda caladinho! Ele e a direcçao do seu clube!!! É pena pois podia condenar tais actos, ao remeter-se ao silencio é sinal de que os apoia!!!

JRV disse...

Caro Luís,

Comentar o que quer que se tenha passado na última sexta no Complexo da Unidade, sem, pelo menos, fazer uma singela referência ao que se passou no último jogo do Vitória na casa do oponente de circunstância, é, além de patético, de uma desonestidade intelectual absurda.

Recordo que nesse jogo o incitamento à violência partiu, inclusivamente, dos atletas da equipa visitada, que afixaram tarjas provocadoras dirigidas aos adeptos que lá se deslocaram.

Mas não se preocupe que nós, Vitorianos, não lhes levamos a mal. Já estamos acostumados à desfaçatez e ignorância parolas, que sobejam em terras para lá da Morreira.

Cumprimentos,

luis cirilo disse...

Caro Miguel Silva:
Platini é o pior presidente da história da Uefa.
O seu mandato tem sido uma sucessão de erros, disparates e abusos d epoder.
Não deixará saudades.
Caro Luis Silva:
Durou 24 horas a arrogância e pseudo razão do SCB.
Fale agora do apedrajamento do autocarro do FCP já que é tão sensivel a essas questões.
Caro JRV:
O SCB, dirigentes e alguns adeptos. tem muita falta de jeito para se fazerem de vitimas. A grande diferença é que agora do lado de cá tem uma direcção que não se cala.

Anónimo disse...

Caro Sr. Luís Cirilo,
"do lado de cá tem uma direcção que não se cala" e que sabe fazer o melhor uso do ódio que os vitorianos têm ao Braga (que julgo ser reciproco) para desviar as atenções. Em Guimarães, falando-se de Braga (contra o) o pessoal fica possuído e a sua equipa directiva (onde o Sr. se inclui, claro está) sabe tirar o melhor partido disso. Vá distraindo os adeptos "únicos" (para não ser ofensivo não vou dizer em quê) com essa estratégia que assim não se fala dos graves problemas do Vitória. Com isso sim, é que os snrs se deveriam preocupar. Não era com o agitar de bandeiras que só fomentam o ódio e a repulsa (sem com isto querer dizer que do lado da Morreira isso tmb. não aconteça). Acho é que se trata de um golpe muito baixo para desviar as atenções dos vitorianos daquilo que realmente é importante.

Acordem vitoriano únicos!!!

luis cirilo disse...

Caro Anónimo:
Dos problemas do Vitória já estamos a tratar.
Um deles,que muito aborrecia os adeptos,era o silêncio perante as tropelias cometidas em Braga e pelo Braga contra os vitorianos.
De resto estivemos durante um mês a falar aos associados dos problemas do Vitória e das nossas soluções para eles. Não me lembro de nas sessões de esclarecimento termos perdido tempo a falar do braga.
Não sei de que agitar de bandeiras fala que incitam ao ódio e á repulsa.
A unica coisa que disse foi que o braga não seria convidado para a tomada de posse dos novos orgãos sociais dado estarmos de relações cortadas. E louvei a decisão da anterior direcção quanto a essa atitude. Que veio na sequência de terem sido enganados pela SAD do braga na questao da reciprocidade de bilhetes.
Quanto a golpes baixos que dirão os dirigentes do FCP ? que são "pai e mae" deste crescimento do braga e saem do estádio camarário apedrejados?
Afinal onde está o ódio e a repulsa?