domingo, maio 06, 2018

Histórico

João Sousa escreveu hoje a mais bela página do ténis português ao vencer o Estoril Open , uma competição do circuito ATP, que até hoje nunca tinha conhecido um vencedor nacional o que ainda releva mais o feito do tenista vimaranense.
Foi a sua terceira vitória em circuitos ATP, depois de Kuala Lumpur e Valência, e vai permitir-lhe reentrar no top 50 a caminho daquela que pode ser a sua melhor época de sempre e que confirmará aquilo que já se sabe há muito e que é o facto de João Sousa ser o melhor tenista português de todos os tempos.
Uma carreira feita à custa de muita dedicação, muito esforço, muito sacrifício que começou logo em 2004 quando decidiu mudar-se para Barcelona, com apenas 15 anos de idade, por reconhecer que a sua evolução no ténis profissional precisava de ser trabalhada num meio como o da Federação Catalã de Ténis com uma larga tradição na formação de grandes tenistas.
Sem outro apoio financeiro que não o dos pais, com portas que lhe deviam ter sido abertas a serem-lhe fechadas (nos últimos anos escancararam-se...), João Sousa não teve medo e arriscou tudo na sua carreira na certeza de que teria sucesso.
E teve.
Teve e vai continuar a ter porque aos 29 anos de idade ainda tem alguns anos pela frente para ganhar torneios, para subir no ranking profissional, para continuar a orgulhar o seu país e a cidade de Guimarães onde nasceu e onde vive a sua família.
E naturalmente o Vitória clube de que é adepto desde sempre e onde chegou a jogar futebol nos escalões de formação.
Hoje fez-se História no ténis português.
E foi um vimaranense e vitoriano quem a fez.
Depois Falamos.

3 comentários:

Paulo Sousa disse...

Boa tarde.
Sou Viramanense e Vitoriano e, como tal, grande admirador do João e dos seus feitos.
A única coisa que me incomoda um pouco, e não estou a ser crítico, sendo apenas uma curiosidade, é numa rede social do mesmo ver duas fotos do estádio da luz e nenhuma do Vitória. Sendo ele assimidamente Vitoriano deixa-me algo triste ver isso. Apesar disso, torço por ele como se de um jogo do Vitória se tratasse e espero que consiga sempre, e cada vez mais, erguer o nome de Guimarães e Portugal numa modalidade que nunca teve grande sucesso na nossa história.

il disse...

Caro Cirilo:
Parabéns a Guimarães por ter 'produzido' um campeão.
Mas se fosse uma peça de teatro de gente nua e aos gritos tinha sido subsidiado...

luis cirilo disse...

Caro Paulo Sousa:
Não conheço essa página nem essas fotos mas faço minhas as suas palavras.
Acredito que o João Sousa continuará a erguer o nome de Guimarães, e por tabela do Vitória como ainda agora no Estoril Open, a patamares cada vez mais altos.
Cara il:
Essa é que é a grande verdade.
Neste país há subsídios que só são atribuidos a quem não tem público nem sucesso.