segunda-feira, maio 05, 2014

Disputado...

A duas jornadas do fim (três no caso do Real Madrid) o campeonato espanhol está claramente em aberto com três clubes a poderem ainda ser campeões.
A isto se chama competitividade.
Esta ultima jornada, então, foi impropria para cardíacos com os três clubes que disputam o titulo a darem passos em falso.
O líder, Atlético de Madrid, perdendo em Valência frente ao Levante e desperdiçando assim a possibilidade de já na próxima jornada frente ao Málaga poder festejar o titulo em casa.
O Barcelona, num insólito empate caseiro frente ao Getafe desperdiçou o conforto de depender apenas de si próprio para a conquista do titulo.
E o Real Madrid, ultimo dos três a jogar e conhecendo já os resultados dos adversários, valeu-se de um providencial golo de Ronaldo em tempo de descontos para não perder em casa frente ao Valência e ficar desde logo arredado das contas do titulo.
E agora?
Creio que apesar de tudo o Atlético de Madrid, único a depender de si próprio, ainda é o principal favorito ao titulo.
Precisará de fazer quatro pontos se os seus adversários directos não escorregarem na próxima jornada.
Acontece que o ultimo jogo é em Nou Camp e o Barça pode estar na corrida.
O Barcelona, a fazer uma época abaixo do expectável, tem de ganhar os dois jogos e esperar que o Real Madrid ainda perca pontos em Valladolid ou em Vigo sob pena de estar a trabalhar para o seu grande rival.
Porque uma vitória na ultima jornada sobre o Atlético pode dar o titulo ao Real!
O Real Madrid sabe que só com três vitórias ( e a ajudinha do Barcelona) pode ser campeão salvo escorregadela caseira do Atlético na próxima jornada e aí as suas hipóteses serão bem maiores como é evidente.
Quarta feira em Valladolid, num jogo atrasado da 34ª jornada, o RM dirá ao que vem.
Ganha e mantém a candidatura, empata ou perde e diz adeus ao titulo.
Seja como for um campeonato disputadissimo que prestigia o futebol.
Depois Falamos

26 comentários:

Anónimo disse...

Já viu isto? Não entendo o que vai na cabeça do Ancelotti, Sr. Luís Cirilo. Ou está maluco ou passou-se da carola!
A gestão que ele fez ontem frente ao Valência comprometeu o título a favor do Real, fazendo-o depender de terceiros. Nesta altura, dar-se ao luxo de jogar sem Pepe, sem Modric (devido a ligeira lesão nos joanetes), sem Fábio Coentrão e, acima de tudo, sem Casillas, é um erro grave.
Por mim, o título está bem entregue ao Atlético porque apenas depende dele próprio.
Agora, o Real que podia ontem ter ganho facilmente não fosse o facilitismo de Ancelotti, pôs-se a jeito e tem de vencer esta quarta-feira o Valhadolid para ficar dentro da corrida.
Se vencer o Valladolid, o Real fica à frente do Barcelona. E só lhe faltaria vencer o Celta e o Espanyol.
Mas se na última jornada o Barça decidir fazer rotatividade de plantel, como fez o Benfica ontem frente Vitória de Setúbal, é mais do que certo que o Atlético vai lá buscar o título e o Real fica a chupar no dedo.
Também pode acontecer que o Atlético acuse a pressão da liderança e na hora decisiva perca tudo como no ano passado aconteceu com o Benfica. São realidades padronizáveis.
Com a mesma facilidade que Deus dá as nozes a quem não tem dentes, também as tira a quem os têm. Pelo golo que o Ronaldo marcou ontem, bem o Real merecia o campeonato para ele ganhar outra vez o balon d'or. Só por isso.

Quim Rolhas





luis cirilo disse...

Caro Quim Rolhas:
As rotações tem desses perigos.
Mas creio que o Atlético acabará por ser um justo campeão.
Dos três é o que mais merece!

Anónimo disse...

Claro. Também acho que merece, sobretudo pela regularidade dos resultados. Mas nesta recta final, tudo pode acontecer.
O Real não deverá ganhar este ano pela mesma razão da do ano o anterior. A aposta em Diego Lopez em detrimento de Casillas está a render pelo segundo ano consecutvo.

luis cirilo disse...

Caro Anónimo:
Tudo pode ainda acontecer num campeonato tão disputado.
Até a ironia do Barcelona "dar"o titulo ao Real Madrid.

Anónimo disse...

Com a mentalidade ganhadora do tic-tac construída nos últimos anos, é difícil ao Barcelona decidir entre as duas ironias possíveis:
1. Se ganhar ao Atlético e dar o título ao Real Madrid, partindo do pressuposto que o Real ganhe os três jogos que faltam...
2. Se perder ou empatar no Camp Nou e entregar a sua casa para os inícios dos festejos dos colchoneros.
Ninguém gosta de festas alheias em casa própria, Sr. Luís Cirilo. Eu, por mim, falo.
Veremos antes o que o Real é capaz de fazer amanhã para começarmos a idealizar o final desta história de acordo com as consequentes movimentações de bastidores.

Ricardo disse...

Também acho que o Real nunca teria chegado tão longe na Champions com o Diego Lopez na baliza.

Rui Cordeiro da Silva disse...

Tem sido, de facto, um campeonato notavel e surpreendente.
Como madridista que sou desde pequeno, tenho que dizer que espero que o Real ainda possa ganhar o campeonato, se bem que nao me parece nada facil porque o Real tem a pressao de ganhar todos os jogos e esperar por deslizes dos outros...
E Luis, contrariamente ao que opinas, estou em crer que o Barcelona, se depender deles a decisao do campeao, nao me espantava nada que fizessem tudo para dar o titulo de mao beijada ao atletico!

luis cirilo disse...

Caro Anónimo:
Há realmente várias possibilidades muito interessantes.
Depois do jogo de hoje em Valladolid, que acertará o campeonato ficando todas as equipas com dois jogos em falta,será menos dificil prever como as coisas podem acabar.
Prever..
Caro Ricardo:
Acho o Diego Lopez um bom guarda redes. Não terá sido por ele que o RM chega a esta altura a depender de resultados alheios.
Caro Rui:
Tudo é possivel.
E acredito que seo AM chegar a Nou Camp a precisar de pontos...obtem-nos

Francisco Guimarães disse...

E sobre o Vitoria, nada?

luis cirilo disse...

Caro Francisco:
O Vitória não é deste campeonato.
Infelizmente

Anónimo disse...

Porra...Não me digam que os marroquinos tem alguma razão. Não será a "costela galega" de alguns vimaranenses a sobre sair.

emerson bruno da silva lima disse...

Visca el Barça
Visca catalunya
Barça depende de si para ser tricampeão.

luis cirilo disse...

Caro Anónimo:
se se refere ao meu comentário anterior reitero o que disse. Tomara eu que o Vitória jogasse um campeonato com a dimensão do da vizinha Espanha.
E sem ter de aturar os 3 estarolas e os seus seguidores.
Caro Emerson Lima:
Sim o Barcelona e o Atlético de Madrid apenas dependem de si próprios

Anónimo disse...

Ao anónimo que aqui vem dizer sobre a costela galega... lembro que o D. Afonso Henriques era filho de mãe espahola e, provavelmente, pai galego, tal era a relação de proximidade entre D. Teresa e Peres de Traba. Portanto, os portugueses, na sua maioria, são de origem espanhola.
Sobre o jogo de ontem, era incapaz de perder o Valhadolid - Real, até porque não havia outro jogo melhor à mesma hora.
Há dois momentos-chave que contrariaram uma natural vitória do Real e sentenciam o afastamento dos madrilenhos da conquista do título: a lesão de Ronaldo, aos 9 minutos, e a substituição de Benzema aos 77.
Enquanto a lesão de Ronaldo nada havia a fazer, a substitição de Benzema volta a ser o erro clássico dos trenadores que querem aguentar a margem mínima quando faltam poucos minutos para o fim.
Ancelotti voltou a cair no mesmo erro de Jorge Jesus e Jupp Heynckes. Quem poderia concordar com uma substitição de Marcelo por Benzema numa altura em que havia um cescendo do Valhadolid? Um avançado por um defesa manda ao adversário uma mensagem a dizer que o golo está a caminho. O golo do Valhadolid nasce do lado por onde o Marcelo foi posto a jogar e o raio do rapaz nem sequer fez trabalho defensivo na marcação do canto que deu origem ao empate.
O Ancelotti com tantos meios que tem à disposição, provou uma vez mais que não é treinador do Real Madrid. Tenho a certeza absoluta que o Jorge Jesus seria um treinador do caralhão, para não dizer perfeito, no Real Madrid!
Teoricamente ainda há uma possibilidade do Real Madrid sagrar-se campeão. Teria de ganhar os dois jogos restantes e esperar que Barcelona e Atlético de Madrid perdessem ou empatassem na próxima jornada, com a condição final do Barcelona ganhar ao Atlético de Madrid no último jogo.

Quim Rolhas

Francisco Guimarães disse...

Só um aparte histórico caro Quim Rolhas: no tempo de D.Afonso Henriques não havia espanhóis, pois não existia Espanha. Esta só surge quando a Rainha Dona Isabel I de Castela e Leão e o Rei Dom Fernando II de Aragão unificaram esses reinos ibéricos no país que se tornou Espanha cerca de 300 anos depois da acção separatista de D.Afonso Henriques que separou o condado Portucalense do Reino de Leão.

Quanto aos tempos de agora posso dizer que sempre me senti Vimaranense mais que qualquer coisa (Português ou Europeu) e hoje somos todos cidadãos da União Europeia, por isso se o Vitoria jogasse na Liga BBVA era-me indiferente se esta tivesse origem em Espanha ou na Letônia!

luis cirilo disse...

Caro Quim Rolhas:
COmo já tenho dito o RM é uma equipa demasiado dependente de Ronaldo. E ontem,sem Bale, ainda mais.
A verdade é que tendo um excelente lote de jogadores a "manta" do RM tem-se vindo a revelar algo curta para todas as frentes em que está envolvido.
Por isso não será campeão.

luis cirilo disse...

Caro Francisco:
De acordo.
E acho que na Liga BBVA o Vitória até teria outras condições financeiras para dar o salto em frente

Anónimo disse...

Caro Sr. Francisco Guimarães, se não leva a mal, julgo que entendeu o que pretendi dizer. Nós somos tão galegos como os marroquinos são espanhóis. Naquele tempo, quando nasceu D. Afonso Henriques, havia tantos portugueses como espanhóis. Ou seja, como o Sr. disse e bem, nenhuns. Nesta região havia celtas e lusitanos. Dos marroquinos que foram convertidos e ficaram, felizmente, nenhum deles está vivo.
Sr. Luís Cirilo, a seguir ao Vitória, a situação do Real preocupa-me porque tinha tudo para ser campeão e não será devido à improvisação peculiar do Ancelotti. Numa equipa destas não há segredos ou armas secretas. Sabemos ao milésimo o que cada um jogador é capaz de fazer em campo e o Ancelotti não sabe tirar partido disso.

Quim Rolhas

luis cirilo disse...

Caro Quim Rolhas:
O Real Madrid a par de jogadores extraordinários (Ronaldo, Bale, Modric) tem lacunas evidentes noutros sectores. Nomeadamente no meio campo. Pagou por isso.

Anónimo disse...

É isso mesmo. Claro que o Modric não resolve tudo. Nem sei como é que o Ancelotti vai fazer para tapar a falta de Xabi Alonso na final de Lisboa.
Só um àparte. O Sr. Luís Cirilo não só é a minha escolha para liderar o Vitória, como se tornou perito em avaliações de equipas de futebol, fruto de muitas horas e observar. Decifra logo o que uma equipa precisa, como nos tempos em que o Pinto da Costa tinha pujança e entregava ao treinador o material que procuravam. Graças a esse talento, e sem surpresas, que o Sr. Luís Cirilo ajudou a construir uma equipa que conquistou a Taça de Portugal. Nesta hora, é que o Clube mais precisa de si.
Já que não quer a Presidência, pelo menos dê-lhes uma mão nesta hora de aperto e ajude-os a ir buscar os jogadores que precisamos para ganhar o campeonato.

Quim Rolhas

luis cirilo disse...

Caro Quim Rolhas:
Vejo que mantém o seu sentido de humor em alta.
Bem preciso é.

Anónimo disse...

Espero que não me leve a mal por acrescetar mais isto.
O Sr. Luís Cirilo pode achar que isto é conversa fiada, do tipo de fazer graçolas ao desbarato, mas eu não conheço mais ninguém em Guimarães com um perfil 3 em 1: presidente + treinador + olheiro, as mesmas qualidades que deram ao Pinto da Costa os títulos, o respeito e a fama que hoje tem.
A fama, a mim, não me diz nada. O respeito, o Sr. Luís Cirilo já o conquistou. Mas para chegar aos títulos, só o Sr. Luís Cirilo pode desbloquear o nível seguinte.

Anónimo disse...

Sr. Luís Cirilo, para que não me chame anónimo, faltou assinar a autoria de opinião sobre a sua polivalência de 3 em 1.
Desculpe.

Quim Rolhas

luis cirilo disse...

Caro Quim Rolhas.
Agradeço sinceramente as opiniões que formula.
Pessoalmente estou sempre disponível para servir o Vitória especialmente como adepto na bancada nascente do nosso estádio e nas bancadas que calham de outros estádios onde vamos jogar.
De resto acompanho o Vitória há mais de 45 anos (tenho 54)e há uns bons 30 que escrevo e reflicto sobre o clube, o que ele é e o que ele pode ser.
E as minhas opiniões estão publicadas aqui, em jornais, noutros blogues, etc.
Bem ou mal, umas vezes com razão e outras sem ela,com emotividade e racionalidade as pessoas sabem o que penso.
E não digo mais nada por agora...

Anónimo disse...

Todos sabemos que o Sr. Luís Cirilo é o sócio mais activo. Ainda bem que o vemos empenhado.
A humildade fica-lhe bem. É uma virtude divina. Mas não é disso que o Vitória está a precisar.
Vamos aguardar pelas surpresas da pré-temporada.

Quim Rolhas

luis cirilo disse...

Caro Quim Rolhas:
Creio que surpresas vai haver antes da pré temporada...